• Vilmar Bueno, o ESPETO

EMEJA com inscrições abertas para continuidade dos estudos



São Bento do Sul

A Escola de Educação de Jovens e Adultos – EMEJA em parceria com a Secretaria de Educação e com aprovação do Conselho Municipal de Educação, está lançando o projeto de “Correção de Acesso e Continuidade de Estudos” nas turmas de 8° ano do município de São Bento do Sul.


Conforme explicou o diretor da EMEJA, Oclair Carlos Silveira Sobrinho, o projeto tem o intuito de corrigir a defasagem de idade e ano nas escolas de ensino fundamental.

“Vale salientar que este projeto deverá atingir as escolas da rede municipal, da rede estadual, da rede privada e também para alunos maiores de 18 anos que estejam fora da escola e possam frequentar aulas nos dias previstos.


O projeto em questão é para alunos do 8º ano que tem ou que irão fazer 15 anos ou mais até o dia 8 de abril deste ano, dando acesso a continuidade de ensino destes alunos, que farão o 8º e 9º ano em apenas um ano, ou seja terão a oportunidade de terminar o ensino fundamental em 2021”, explicou.


No primeiro momento as aulas iniciarão com duas turmas, com ensino híbrido, sendo uma no período matutino e uma no vespertino de segunda à quinta-feira até o final do ano, sendo que as turmas também deverão fazer duas aulas no contraturno para completar a carga horária.


Oclair também pediu a colaboração dos responsáveis para efetuarem as matrículas na sede da EMEJA, na rua João Pauli n°355, próximo ao Mani, lembrando que as aulas acontecerão nas dependências da EMEJA e que os alunos que moram a mais de três quilômetros de distância da escola tem direito a vale transporte.

A partir desta quarta-feira (24) a EMEJA estará fazendo contato com os responsáveis pelos alunos menores de idade da rede municipal para orientar como fazer para executar sua matrícula. ”Em relação às outras redes (estadual e privada) bem como os alunos que estão fora da escola solicitamos que passem na EMEJA ou entrem em contato pelo telefone 3635 1302, as matrículas já estão abertas e deverão ser feitas até o dia 1° de abril”, concluiu Oclair.