BLOG DO ESPETO - PRETO.png
  • Vilmar Bueno, o ESPETO

Em mensagem anual à Alesc, Moisés destaca desafios de 2020 e reforça parceria com o Legislativo



Estado

O governador Carlos Moisés destacou os grandes desafios enfrentados por Santa Catarina no ano de 2020 e a intenção de reforçar as parcerias com a Assembleia Legislativa durante a leitura da mensagem anual aos deputados estaduais na tarde desta terça-feira, 02. A sessão marcou o início dos trabalhos do Poder Legislativo para o ano de 2021. No dia anterior, a Alesc elegeu a nova mesa diretora, com a presidência do deputado Mauro de Nadal.

Em seu discurso, o governador elencou situações desafiadoras que o Estado precisou enfrentar, especialmente em relação à pandemia de Covid-19. Mas salientou que Santa Catarina se manteve com a menor taxa de letalidade do país e foi considerada por entidades independentes como uma das melhores gestões no enfrentamento à doença do país. O chefe do Executivo estadual também citou a estiagem no Grande Oeste, o ciclone-bomba e as enxurradas em Presidente Getúlio como alguns dos eventos climáticos que testaram os catarinenses e causaram grandes estragos. Apesar disso, Carlos Moisés afirmou que o ano de 2020 também foi de oportunidades e destacou avanços obtidos.

“A economia cresceu acima de média nacional, as contas públicas, para as quais este Parlamento muito contribuiu ao longo de todo 2020, fecharam no azul – as de 2019, inclusive, foram aprovadas por unanimidade pelo TCE – o melhor resultado da década. Além disso, a oferta de serviços públicos avançou no digital, seguimos como um dos estados mais competitivos do país, além de ser, também, um dos mais seguros, 10 com índices de criminalidade caindo a cada ano. E para coroar um ano desafiador e de muito trabalho, nada melhor do que saber que fomos o estado que mais gerou empregos em 2020, com um saldo positivo de mais de 53 mil vagas”, discursou o governador. Em relação ao futuro, Carlos Moisés destacou que pretende intensificar o diálogo com o Parlamento, inclusive com a definição das obras prioritárias para o Estado nos próximos dois anos. Segundo o governador, a parceria entre os poderes só tem a contribuir com Santa Catarina.

“Para os próximos dois anos, mais de R$ 10 bilhões serão investidos na retomada ainda mais intensa da nossa economia, na disponibilidade hídrica e, como não poderia deixar de ser, na infraestrutura. Onde e como vamos investir, o que iremos priorizar, isso iremos definir juntos. Com diálogo, conciliação e trabalho integrado”, falou aos deputados. Por fim, o governador salientou que o momento é de União, de reconstruir pontes e oportunidades. “Já somos um grande estado, mas podemos melhorar sempre. Não existe a maneira certa de fazer a coisa errada. Nossas vidas são feitas de escolhas. Façamos as escolhas certas”, finalizou o governador. Acompanharam a sessão na Alesc a vice-governadora Daniela Reinehr, o presidente do TJSC, desembargador Ricardo Roesler, o procurador-geral de Justiça, Fernando Comin, o presidente do TCE, Adircélio de Moraes Ferreira Júnior, secretários de Estado, entre outras autoridades. Informações adicionais para imprensa: Leonardo Gorges Assessoria de Imprensa Secretaria Executiva de Comunicação - SECom