BLOG DO ESPETO - PRETO.png
  • Vilmar Bueno, o ESPETO

Deputada Ada de Luca defende leitos de UTI e testagem como bandeira prioritária ao Sul de SC



Estado


Deputada também reforçou demandas históricas e solicitou lista atualizada sobre andamento das obras


Prioridade total para as ações de combate à pandemia no Sul de Santa Catarina - com aumento nos leitos disponíveis de UTI, testagem em massa da população e planejamento para o cronograma de vacinação - foi o pleito apresentado pela deputada estadual Ada Faraco de Luca (MDB) durante a reunião dos deputados da bancada do Sul com o governador Carlos Moisés, na noite deste domingo (6).

A parlamentar também apresentou uma lista com as reivindicações históricas na infraestrutura - como a revitalização da rodovia Jorge Lacerda, a conclusão do Anel Viário de Criciúma, a instalação dos Centros de Inovação em Criciúma e Tubarão - além de ações nas áreas de Educação e Desenvolvimento Econômico. Ada pediu uma lista atualizada sobre o andamento dos pleitos regionais.

“Mesmo diante de tantas necessidades que o Sul do Estado apresenta, eu peço foco e prioridade total dos recursos e da nossa força de trabalho para o combate ao coronavírus. No Sul, a situação já transbordou o limite, isso não é modo de dizer, é a triste realidade. Os leitos de UTI já estão com sua capacidade total ocupada e já existem pacientes que estão entubados nos hospitais de retaguarda, esperando na fila para serem internados na UTI. Vínhamos alertando para isso há muito tempo”, disse Ada, que também defendeu a contratação de mais profissionais de Saúde para atender a população neste momento.


Estímulo ao desenvolvimento regional

Antes de falar sobre as bandeiras históricas, Ada lembrou que os 45 municípios do Sul do Estado respondem por cerca de 11% da economia catarinense, enquanto que os 41 municípios do Norte respondem por mais de 41% da economia do Estado. Além disso, entre 2009 e 2019, a economia dos municípios da região Sul encolheu quase 6%, enquanto que outras regiões cresceram, principalmente o Oeste e o Vale do Itajaí. “Nós precisamos criar condições para que os municípios da região Sul de Santa Catarina se desenvolvam no mesmo compasso que outras regiões do nosso Estado estão conseguindo”, disse Ada.


AÇÕES EM INFRAESTRUTURA

- Conclusão do Anel de Contorno Viário de Criciúma.

- Revitalização da rodovia Jorge Lacerda, o acesso Sul de Criciúma via BR-101.

- Construção do Anel de Contorno Viário de Cocal do Sul - trecho de 16km.

- Conclusão da rodovia SC-442 - trecho entre Cocal do Sul e Estação Cocal.

- Pavimentação da Rodovia dos Mineiros, a SC-440 - trecho de 10km entre Urussanga e Lauro Müller.

- Pavimentação da rodovia SC-108 - trecho entre Jacinto Machado e Praia Grande.

- Pavimentação da rodovia Jacob Westrup - trecho Forquilhinha, Maracajá até a BR-101.

- Pavimentação da rodovia dos Trilhos, ou rodovia Leste-Oeste - trecho ligando Criciúma e Içara à BR-101.

- Obras complementares nos 4 km da rodovia SC-445, ligação de Morro da Fumaça à BR-101.

- Revitalização da Serra do Rio do Rastro.

- Conclusão da pavimentação nas serras da Rocinha e do Faxinal.

- Obras complementares e zeladoria nos 10 km da Via Rápida de Criciúma.

- Pavimentação do acesso entre Treze de Maio e Morro da Fumaça por rio Vargedo.

- Criação do plano intermodais - rodovias estaduais, BR-101, aeroporto de Jaguaruna, porto de Imbituba e ferrovia Tereza Cristina.


MAIS AÇÕES SETORIAIS

- Revitalização completa nas escolas da rede estadual de ensino, com recuperação de infraestrutura e compra de equipamentos tecnológicos que façam frente aos desafios da educação em tempos de hiperconectividade.

- Prioridade para ações de Ciência e Tecnologia, com a abertura dos Centros de Inovação em Criciúma e Tubarão. Em Criciúma, existem dois projetos à disposição. Um ou outro, é fundamental incentivarmos o fomento ao desenvolvimento tecnológico, por meio da pesquisa, da inovação e das empresas tecnológicas e da economia criativa.

- Reforço de efetivo, equipamento, infraestrutura e ferramentas de inteligência para as polícias Civil e Militar no combate à criminalidade.

- Elaboração de um Plano Regional para Geração de Emprego, que seja estruturado com base nas vocações de cada um dos municípios do Sul, partindo da prioridade para a qualificação profissional dos nossos jovens.

- Efetiva realização de um plano integrado e estratégico regional de Turismo e Cultura.

- Interlocução junto às empresas pública de energia, água e saneamento para implementação de estrutura compatível com o desenvolvimento dos municípios, em especial no avanço das ações de saneamento básico.

- Reforço nas ações de proteção contra eventos meteorológicos, por meio de estruturação da Defesa Civil regional e do Corpo de Bombeiros Militar.

- Avanço das ações de ressocialização implementadas no sistema penitenciário catarinense, referência nacional, com foco na reabilitação de apenados no retorno à sociedade.