• Vilmar Bueno, o ESPETO

Covid-19 - Telefones desatualizados prejudicam monitoramento de casos suspeitos



São Bento do Sul

Até o fechamento do Boletim Oficial dos dados do coronavírus em São Bento do Sul neste feriado de 7 de setembro, o número de pacientes com síndrome gripal em monitoramento era de 576 pessoas. No geral, já passaram pelo serviço 3.555 pessoas, sendo 2.979 já com alta e as atuais 576 que estão em isolamento monitorado por determinação médica.

A equipe que atua no monitoramento é formada por profissionais de saúde da área odontológica, ou seja, dentistas e auxiliares odontológicos, e ainda uma profissional técnica radiologista, totalizando oito profissionais revezando-se nas ligações telefônicas que são realizadas de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, podendo se estender em alguns casos.

Conforme a profissional Tatyana Susin, integrante da equipe de monitoramento, o fato da equipe ser formada em sua maioria por profissionais da saúde é justamente por já possuírem uma experiência de contato com o público.

Isolamento monitorado

O isolamento monitorado é determinado ao paciente após consulta médica onde o médico avalia um conjunto de sinais que caracterizam a síndrome gripal (SG).

Nos casos em que este paciente conviva com mais pessoas em sua casa, moradores da mesma residência, todas as pessoas automaticamente são isoladas e recebem atestado médico se necessário.

Conforme Tatyana, "o grande objetivo do isolamento é justamente prevenir um possível contágio pelo coronavírus. A chance de todos sermos contaminados pela doença em algum momento existe, mas trabalhamos para evitar que este contágio ocorra em todos de uma única vez, prezando pela saúde da população e manutenção da capacidade de atendimento do sistema de saúde", comentou.

A importância dos dados e orientações

O maior problema enfrentado pela equipe de profissionais que atua no monitoramento dos pacientes em isolamento é justamente o contato.

Tatyana comentou que muitos telefones informados não pertencem aos pacientes ou estão desligados durante grande parte do dia.

"Nós necessitamos que as pessoas informem corretamente seus dados para contato, e que atualizem com frequência seus dados. Com o telefone incorreto o monitoramento não ocorre, e não podemos acompanhar o paciente ou repassar as informações necessárias para ele", explicou Tatyana.

Outro ponto reforçado é a importância de se informar mais de um telefone para contato, como de alguém que resida na mesma casa do paciente.

Já no que se refere às orientações, todas devem ser seguidas obrigatoriamente.

Se o isolamento monitorado é determinado, é justamente porque o médico avaliou o paciente e diagnosticou sintomas suspeitos da doença, daí a importância de seguir as orientações à risca. Estas orientações incluem obviamente não sair de casa, não circular por estabelecimentos comerciais, não manter contato pessoalmente com o público externo, pois há o risco de contágio.

Sobre a questão de ter a certeza se está ou não com o Covid-19, os testes só são realizados seguindo uma série de critérios determinados pelo Governo do Estado.

O objetivo do teste neste estágio é identificar se o paciente está ou se já esteve com a doença, daí a importância do isolamento para prevenir possíveis contágios.

Em suma, conforme Tatyana, "se for recomendado o isolamento, faça. Esta medida é para a segurança da saúde de todos", finalizou.

Joberth Krause – MTB 4280SC

Assessoria de Imprensa