top of page
  • Foto do escritorVilmar Bueno, o ESPETO

Como tramita o Plano Diretor na Câmara Municipal

Quando o Projeto do Plano Diretor de um município é entregue na Câmara Municipal, ele passará por uma série de trâmites dentro do Legislativo que envolve as seguintes etapas:



1. Leitura e distribuição: O projeto é lido em plenário durante uma sessão legislativa e é distribuído aos vereadores para análise e estudo.


2. Análise nas comissões: O projeto é encaminhado para as comissões pertinentes da Câmara Municipal, como a Comissão de Urbanismo, Meio Ambiente, Obras Públicas e outras que possam estar envolvidas com o tema. Essas comissões realizam uma análise minuciosa do projeto, podendo promover debates, solicitar pareceres técnicos, realizar audiências públicas e ouvir especialistas e a população em geral.


3. Parecer das comissões: Após a análise, as comissões emitem um parecer sobre o projeto. Esse parecer pode ser favorável, desfavorável ou com ressalvas, e deve levar em consideração aspectos técnicos, legais e as demandas da sociedade.


4. Discussão e votação em plenário: Após o parecer das comissões, o projeto é levado a plenário para discussão e votação pelos vereadores. Durante essa fase, são apresentadas emendas, discutidos pontos específicos e debatidas as propostas de alteração. Os vereadores têm a oportunidade de manifestar suas opiniões, apresentar sugestões e votar a favor ou contra o projeto.


5. Aprovação e sanção: Se o projeto obtiver a maioria dos votos favoráveis dos vereadores, ele é aprovado na Câmara Municipal. Em seguida, é encaminhado ao Poder Executivo, geralmente ao prefeito, para sanção. A sanção é o ato pelo qual o prefeito concorda com o projeto e o transforma em lei municipal.



A importância dos vereadores no processo de aprovação e implantação de um Plano Diretor e Ordenamento Territorial do município é significativa. Eles representam os interesses da população e têm o poder de analisar, debater e propor alterações no projeto com base nas necessidades e demandas locais. Os vereadores podem levar em consideração as sugestões e opiniões dos cidadãos, além de buscar informações técnicas e especializadas para embasar suas decisões.



Dessa forma, os vereadores são agentes importantes no processo de governança urbana, contribuindo para a formulação de políticas públicas adequadas, o desenvolvimento sustentável do município e a promoção do bem-estar da população local.

bottom of page