top of page
  • Foto do escritorVilmar Bueno, o ESPETO

Com crescimento de 26%, São Francisco do Sul se consolida como o maior porto de Santa Catarina



Estado

São Francisco do Sul é o porto que mais movimentou carga em Santa Catarina em 2023 (12,4 milhões de toneladas), ultrapassando os terminais portuários privados Portonave (11,5 milhões) e Itapoá (8,3 milhões). Os dados foram divulgados pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), no início de novembro, e se referem aos nove primeiros meses deste ano.

São Francisco também lidera no crescimento do volume de cargas entre os portos catarinenses: aumento de 26% com relação ao mesmo período de 2022, quando movimentou 9,8 milhões de toneladas. Na sequência, seguem Portonave (+21,6%) e Itapoá (+13,3%).

O recorde histórico do porto do Norte do Estado foi impulsionado pela supersafra de soja e milho, já que a exportação destes grãos para a China chegou a 7,5 milhões de toneladas em 2023.

“Desde o início desta gestão estamos colocando nossos esforços para tornar os portos equipamentos de ponta para impulsionar o crescimento econômico do estado. Por isso fizemos grandes investimentos na infraestrutura do Porto de São Francisco do Sul. Vamos continuar investindo e alavancando nossa economia”, destaca o governador Jorginho Mello.

“Os investimentos realizados ao longo do ano foram essenciais para o escoamento das cargas, como a abertura de novo acesso para os caminhões e a revitalização dos locais de embarque e desembarque de mercadorias”, explica o presidente do Porto, Cleverton Vieira.

Ele acrescenta que, nos três primeiros trimestres, as cargas de São Francisco representaram 27% do total movimentado pelos cinco portos do Estado (46,2 milhões de toneladas). “Contamos com uma infraestrutura eficaz e moderna, que nos permite movimentar grandes volumes de cargas de forma segura e ágil”, afirma Vieira.

“Ficamos muito satisfeitos em ver o desempenho de São Francisco do Sul, que contribui, e muito, para os resultados do setor em Santa Catarina, mesmo em um ano de dificuldades geradas pelos expressivos acidentes climáticos dos quais fomos vítimas”, comemora o secretário estadual de Portos, Aeroportos e Ferrovias, Beto Martins.

Destaque na Região Sul do país

Nos últimos cinco anos, o Porto de São Francisco do Sul aumentou em 30% a participação na movimentação de cargas da Região Sul do Brasil, de acordo com informações da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).

As 12,4 milhões de toneladas que passaram pelo porto catarinense representam 9,2% do total movimentado este ano pelos terminais portuários de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul (135 milhões de toneladas). Em 2019, a participação de São Francisco na Região Sul era de 7,1%.

RCN

bottom of page