• Vilmar Bueno, o ESPETO

Ciranda Política

MDB

O MDB vai realizar reunião para discutir sobre um nome para concorrer a prefeito. Resta saber quem teria essa vontade, pois o partido depois que perdeu a eleição e não tem mais a força do Mauro Mariani no palanque a coisa ficou mais difícil.


PSD

O PSD está em compasso de espera, para receber o empresário Ismar Becker, ou não. E se isso não acontecer poderão ter o vereador Nivaldo Bogo no banco de reserva.


PP

No PP o prefeito Magno Bollmann não abre mão de ser candidato. E os outros interessados apenas baixam a cabeça e esperam que alguém convença o alcaide.


PSDB

Os tucanos parecem que já tem seu candidato, trata-se do médico Antônio Tomazini. Resta saber se o partido vai coligar com outro partido ou irão de voo solo. Mas é bom lembrar que na última eleição perderam por 145 votos.


PL

As apostas do PL é receber o vereador Edimar Salomon, que já anunciou que estará na chapa majoritária.


PSB

Já o PSB está em fase final de desmanche, sem o vereador César Godoy por problemas com a justiça, e a possível saída dos vereadores Daguimar Nogueira e Paulo Zwiefka, a coisa vai ficar desesperadora.


DEM

O DEM poderia ser o partido com mais chances de receber novos filiados, até por que em nível federal poderá se fundir ao PSD.


PSL

Depois que perdeu o pai dos votos o presidente Bolsonaro, ficaram apenas com o governador Carlos Moisés e o deputado federal Fábio Schiochet. Mas aqui em São Bento do Sul, não conseguiram filiar nenhuma lideranças com vontade de concorrer.


PDT

No PDT as apostas é que terão candidatos a prefeito e vereador. Do tipo sair atirando nos demais.


PT

O partido do Lula e da Dilma, está em silêncio. Como acontecia nas outras eleições, sempre escolhia com quem coligaria. Uma vez foi de MDB e outra de PP, mas apenas para manter os carguinhos. Pois não conseguiram mais eleger vereadores.


Aliança

O partido do presidente Bolsonaro, o Aliança pelo Brasil, se conseguir se registrar até abril, poderá receber lideranças empresariais e concorrer em 2020. Mas isso é só especulação.


PV, PCdoB, PRB e outros ‘Ps’

Os demais partidos de fundo de quintal, estão numa situação difícil, principalmente depois que acabou as coligações.


Os novos

PODEMOS e o NOVO em São Bento do Sul, não vi nenhuma lideranças de expressão defendendo.


Já vi este filme...

Em Rio Negrinho o atual vice Roberto Albuquerque - PP que deve ser candidato a prefeito contra o seu ex-companheiro de chapa, Julio Ronconi, poderá seguir o mesmo caminho do então vice do Magno, o empresário Flávio Schuhmacher, que concorrer e levou uma surra. Por um simples motivo, depois de romper com Ronconi, não renunciou e por isso, continuou recebendo o salário.