• Vilmar Bueno, o ESPETO

Ciranda Política

Aprovado

Em tempo recorde projeto de lei enviado pelo prefeito Magno Bollmann, foi aprovado na sessão de ontem, através de uma sessão extraordinária. Com a presença do presidente da Acisbs Ismar Becker e do núcleo de contadores, o projeto - Estabelece diretrizes no município de São Bento do Sul para utilizar o Enquadramento Empresarial Simplificado (EES) e seus procedimentos decorrentes da Lei Estadual nº 17.071, de 12 de janeiro de 2017, da Lei Federal nº 11.598 (REDESIM), de 03 de dezembro de 2007 e Lei Federal nº 13.874 (Declaração de Direitos de Liberdade Econômica), de 20 de setembro de 2019, e dá outras providências. Em resumo essa lei vai possibilitar entre outros avanças que se abra uma empresa em cinco dias.


Aprovado II

No mesmo dia também foi aprovado o projeto do executivo que - Institui o Programa Mutirão Dívida Zero, e dá outras providências. Uma forma do contribuinte quitar seus débitos junto a fazenda municipal. A lei vai possibilitar o pagamento em quatro parcelas do débito.


Se defendendo

Após dar entrada na sessão de ontem um requerimento solicitando a abertura de uma Comissão de investigação – CI, contra os vereadores Fernando Mallon e Jaime Lima, Mallon se manifestou na palavra livre, dizendo “que está sendo acusado de uma pena de quando eu era prefeito nada contra meu mandato como vereador, e não posso responder por decoro parlamentar se a acusação é de quanto eu era prefeito, e que está em grau de recurso, e que 2/3 já prescreveu,”, resumiu. O processo foi sobre o projeto de educação de jovens e adultos. O vereador Jaime Lima não entrou no mérito, preferiu se manter calado. No seu caso devido ao processo por supostamente não ter cumprido horário como servidor público municipal.


Se defendendo II

“Se querem me cassar, então também pode cassar o prefeito Magno Bollmann, que também responde um processo do caso do ProJovem, já em segunda instância.’ E tem mais disse Mallon o prefeito Magno ainda responde outro processo no caso da Emhab e se for comprovado que sabia das mesadinhas também poderá ser cassado. “Isso é coisa do PP”, alfinetou.


Elogios

A secretária de finanças de São Bento do Sul, Rosilane Zélia dos Santos, recebeu elogios do vereador Mallon, sobre o trabalho com sua equipe no projeto da liberdade econômica.


Críticas

Já o vereador Sabino na última sessão, como sempre tem feito, girou a metralhadora contra o governo municipal. ‘É mais uma pataquada de um governo fajuto que aí está”, atirou. Sobre as denúncias contra Mallon e Jaime.


Mel

Também foi aprovado Projeto de Lei Legislativo de autoria do vereador Edimar Salomon, que Declara de Utilidade Pública a Associação de Apicultores e Meliponicultores – APINECTAR-SUL. “Com isso a associação poderá firmar convênio com o entreposto do mel, o que vai agregar valor ao produto do município”, ressaltou Edi.


Avaliação

O vereador Marco Redlich fez um resumo do ano, citando o projeto aprovado da lei da liberdade econômica, a sala do empreendedor, e isso vai destacar o município como cidade amiga para quem quer empreender. Citou também o projeto de sua autoria do CastraMóvel, que aconteceu nos dias 11 e 12 de janeiro, atendendo 128 animais.


Resumo da ópera de malandro

Em São Bento do Sul alguns partidos podem ser comparados com algumas músicas e filmes. Um deles está no fundo da grota, outro acontece uma guerra nas estrelas e ainda um que se gritar pega ladrão não fica um meu irmão.


Só no começo

Perguntei para a advogada Luiza Mallon se está firme para entrar na política, pois quando se entra tentam manchar a vida dos envolvidos. Ela respondeu que ainda é nova e não tem nada que a comprometa. Muito bem!