• Vilmar Bueno, o ESPETO

Ciranda Política

Já se passaram Um ano e meio do governo de Tomazini e Tirso, em São Bento do Sul, mas até o momento não foram feitas as mudanças no trânsito prometidas pelo Detru.

Entre Essas mudanças seriam na “Rua dos Cones”, entre o Germânia Super Center até o Lojão Topa Tudo, onde o trânsito subiria (mão dupla). As explicações do Detru, seria de que a secretaria de obras ainda não rebaixou as bocas-de-lobo existentes no trajeto.

Outra promessa Seria que na Rua Felipe Schmidt, teria a proibição de estacionar em um dos lados. Ou ainda, a tal mudança radical na Rua Antônio Kaesemodel e na Avenida São Bento, onde uma seria para entrar na cidade e a outra para sair. Mas por enquanto, tudo ainda está no papel, ou melhor, na cabeça de alguns. Mas ainda eles terão dois anos e meio para efetivar essas promessas.

Já lá Das bandas da secretaria de agricultura, não foi divulgado quase nada. Apenas o trivial, ou seja, uns fingem que mandam e outros fingem que obedecem. Mas os salários sempre em dia e na conta da companheirada. E continua o baile. Mas Por outro lado, a secretaria de educação continua lançando uma ordem de serviço por semana, para reforma ou ampliação de escolas, além de compra de novos sistemas educativos de última geração.

Movimentado O evento realizado pelo Núcleo de Jovens Empreendedores, um dos vários grupos setoriais ligados à Associação Empresarial de Rio Negrinho (Acirne), quando do lançamento de uma série de podcasts, intitulados NJE Cast.

O prefeito De Papanduva, Luiz Henrique Saliba – PP, foi a Florianópolis, buscar um veículo Chevrolet Tracker, que será utilizado para auxiliar nos serviços da Polícia Militar.

Já para São Bento do Sul, foram dois veículos para a PM. E quem foi receber foram Luiz Novaski e Patrick Vicente, representando o prefeito Tomazini. Alfinetadas Recado do presidente do presidente da Acats - Associação Catarinense de Supermercados), Francisco Crestani, ao governador Carlos Moisés – Republicanos. - “Estou aqui um pouco magoado, um pouco ressentido, está chegando ao final dos quatro anos de mandato e nós não tivemos uma oportunidade, o setor supermercadista, de ter sequer uma audiência com o senhor. Com todo respeito, não estamos pedindo para sermos atendidos, mas nós gostaríamos de sermos ouvidos,” afirmou.

Alfinetadas II O setor supermercadista emprega aproximadamente 90 mil pessoas em todo estado de Santa Catarina, segundo a associação. Além disso, é o quinto maior arrecadador de impostos, ficando apenas atrás das telecomunicações, energia, combustíveis e distribuição.