• Vilmar Bueno, o ESPETO

Ciranda Política

Aumento salarial

Os vereadores de São Bento do Sul aprovaram ontem um aumento salarial de 30% para engenheiros e arquitetos. Merecido sem dúvida.


Aumento salarial II

Mas a partir de agora, as demais classes de servidores também irão pressionar o prefeito Tomazini – PSDB, para também serem reconhecidos. E claro, com todo o direito de cobrar isso.


Prorrogado

A Prefeitura de São Bento do Sul prorrogou o prazo para mais 45 dias para adesão ao Refis 2022. Através do programa, contribuintes em débito com o município podem optar pelo parcelamento da dívida ou pagamento à vista com desconto de até 99% das multas e juros sobre valores vencidos até 31 de dezembro de 2021.


Deveria

Ser proibido de os prefeitos fazerem política e promoção pessoal, em cima de obras que todos sabem é feita com o dinheiro do povo. O prefeito sai na foto quando entrega a ordem de serviço, quando chega a primeira máquina, quando enterra a primeira manilha, quando espalha a brita, quando coloca o asfalto – é o fim da picada. Se aparecesse quando entregasse a obra, tudo bem, seria uma prestação de contas.


Sumiu

O pré-candidato a deputado estadual, ex-prefeito Magno Bollmann – PP, queria tanto ser escolhido, mas depois que conseguiu sumiu do mapa. E pior, não tem assessor, não tem ninguém que acompanha ele, sei lá pra onde! E olha que o vereador Chicão disse - vai que é tua Magno!


Enquanto isso

Silvio Dreveck -PP que concorrerá a deputado federal e Julio Ronconi – PSB, que concorrerá a estadual, estão com agendas cheias e circulando por todos os municípios, com encontros com lideranças políticas e empresariais, todos os dias.

Coisas da política

Depois de procurar Jorginho Mello do PL, o senador Esperidião Amin -PP, esteve reunido com o candidato do MDB, Antídio Lunelli. PP e MDB no mesmo palanque ou chapa, coisa difícil de acontecer, pois são eternos rivais – mas em política tudo pode acontecer. Veja onde o Mauro Mariani está hoje.


Frente de esquerda

Em SC, estão tentando aglutinar o PT, PDT, PSB, PSOL, PC do B, PV, Rede e Solidariedade, para chegar a um nome para a cabeça de chapa entre Dário Berger – PSB ou Décio Lima – PTS. Se acaso não haja unanimidade, a escolha será definida por votação entre os presidentes estaduais de Pt, Pdt, Psb, Psol, Pc do B, Pv, Rede Sustentabilidade e Solidariedade em uma reunião já marcada para o dia 31 de maio.