top of page
  • Foto do escritorVilmar Bueno, o ESPETO

Ciranda Política

Ziefka X Sabino

O vereador Paulo Ziefka – DEM, aproveitou a volta do vereador Jairson Sabino – PSDB, e desceu a lenha no colega parlamentar. E foi duro, disse que se ele fosse competente, teria ficado na secretaria de obras. E que ele é responsável por boa parte da imagem ruim da administração de Tomazini.

Hélio X Sabino

Já o vereador Hélio Alves – DEM, rebateu a denúncia do vereador Sabino, sobre supostas irregularidades no pagamento de 30 mil horas-extras, durante o ano de 2020, quando ele foi secretário. Hélio afirmou que teve o aval do Ministério Público – MP. Sabino em aparte, disse que havia “indícios” de irregularidades, até por que foram anotadas essas horas-extras, a caneta. Bom, agora está tudo lá no MP.


Envergonhado

O vereador Chicão – PP, disse estar envergonhado com a atual situação do município – “já que somos cobrados pelas redes sociais e a imprensa todos os dias, pelas falhas existentes nas secretarias, bem como, o áudio recentemente divulgado.


Deletando

O vereador Sabino informou ao blog, que no caso de sua então secretária, Emilly Pscheidt, ter sido flagrada deletando dados do computador em que trabalhava na secretaria de obras, explicou que após ela ter recebido a portaria de sua exoneração, informou ao pessoal do TI, que sim tinha deletado algumas planilhas que utilizava para o seu trabalho. E sobre a tal sindicância, disse Sabino estar tranquilo, pois conhece a idoneidade dela. Falando nisso, ela vai ser a sua assessora parlamentar na Câmara.



Amunesc

O vereador Jairson Sabino - PSDB, manteve a coerência e votou contra repasse de R$ 482,7 mil para a Associação de Municípios do Norte de Santa Catarina - Amunesc. Sabino acredita que a própria prefeitura tem pessoal técnicos, engenheiros e arquitetos, para elaborar os projetos e esses recursos poderiam ser investidos na melhora dos salários dos engenheiros e arquitetos da prefeitura, bem​ como​ na criação do instituto de planejamento.

Amunesc II

A líder do governo , Terezinha Dybas, defendeu o trabalho realizado pela Amunesc. A vereadora Carla Hofmann e Dr. Darlan, também ressaltaram a importância desses projetos, principalmente agora quando se precisa urgência para buscar recursos junto ao Plano 1000. Os demais vereadores votaram a favor.

Esses valores serão repassados em 10 parcelas.

Novo equívoco

Acredito que o prefeito Tomazini – PSDB, novamente se equivocou na nomeação do suplente Luiz Neri, o Magrão – PSDB, para comandar a secretaria de obras. Magrão estava realizando um excelente trabalho, em favor do esporte que sua área, e também na busca de recursos para o município.


​Novo equívoco II​

Se Sabino foi criticado ​por não saber nem apertar um parafuso, Magrão não sabe nem onde está a chave, muito menos o parafuso. Tomazini poderia ter nomeado Toninho do asfalto, que tem experiência de sobra, e conhece o município de cabo a rabo. Tomara que Magrão não seja fritado, como foi Sabino.

Não gostaria

“De ter que votar um requerimento para que a secretária de saúde venha até a Câmara, mas temos que ter respostas sobre sua pasta”, afirmou a vereadora Carla Hofmann – PSD. Também falou da falta de agentes de saúde, falta de médicos e de consultórios odontológicos, no Bairro Cruzeiro, cuja demanda é muito grande. Disse ainda, que esse jogo de empurra-empurra do Hospital para os Postos de saúde, o munícipe não quer saber de quem é a responsabilidade – “é necessário que a saúde efetivamente funcione”, cobrou.

Reajuste

Os vereadores de São Bento do Sul aprovaram ontem o reajuste de 13% aos servidores da prefeitura e da Câmara. O salário vai ser creditado na conta dos servidores, no próximo dia 25.


No senado

O senador Jorginho Mello (PL/SC) recebeu nesta quinta-feira (17) o empresário catarinense Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, para agendas no senado federal. Desta vez sem a tradicional camiseta verde e amarela, de garoto propaganda, e com um terno chique.

No senado II

O empresário teve encontro com o presidente do senado, Rodrigo Pacheco (PSD/MG). A reunião, que contou com a presença de outros empresários, tratou sobre pontos da reforma tributária que transita no Congresso Nacional. Hang também concedeu entrevistas e conversou com Mello sobre projetos para Santa Catarina.​

bottom of page