• Vilmar Bueno, o ESPETO

Ciranda Política

Investigação

Depois daquele desastroso ofício protocolado pelo ex-vereador Lourival Castilho, que mais parecia uma nota rabiscada para compra numa bodega, com erros infantis e descabidos. Principalmente devido a Castilho já ter sido vereador, e não se concebe não conhecer o Regimento Interno – RI, da Câmara de São Bento do Sul.


Investigação II

Mas a vereadora e advogada Terezinha Dybas – PSDB, acompanhada pela também advogada e presidente da Câmara, Carla Hofmann – PSD, e ainda Hélio Alves – DEM e o vereador Luiz Pesenti – PSD, foram protagonistas do real e constitucional papel do legislativo, e subscreveram um requerimento, agora com fundamento e apontando os fatos para sua legalidade, que constavam no mandado de busca e apreensão da Polícia Civil - PC.


Investigação III

E finalmente, foi instalada a Comissão Especial de Investigação – CEI, para apurar a suposta prática de “rachadinha”, pelo vereador Ângelo Peschiski – MDB. Pelo artigo 130 do RI, a comissão a ser nomeada hoje, terá 90 dias para apurar a veracidade das acusações, e então apresentar o relatório, confirmando ou não a culpabilidade do vereador. Já na PC, o inquérito segue em segredo de justiça.


Preocupante

Notícias de bastidores dão conta que a situação na secretaria de saúde de São Bento do Sul, se agrava a cada dia, beirando o caos, sem falar dos desmandos ​na​ secretaria. Ontem parece que foi um dia desse. E o pior - nem com ‘ameaça’ de exoneração​ da secretária, feita pelo próprio gabinete as coisas não são obedecidas. É o fim da picada!


Se movimentando

O ex-prefeito e pré-candidato a deputado estadual e ambientalista, Magno Bollmann – PP, alheio a qualquer orientação ou direcionamento partidário, continua na estrada por toda a região. Onde vem orientando prefeitos, na implantação dos consórcios de água nos moldes do Consórcio Quiriri, e a criação de áreas de preservação, como, por exemplo, o “Pagamento por Serviços Ambientais - PSA'', que nasceu por sua luta e autoria, que em São Bento do Sul, vem preservando as margens do Rio Vermelho, próximas ao manancial de captação de água do município, desde o ano de 2010. De lá para cá, o programa cresceu, se expandiu e virou referência para diversas outras iniciativas pelo Brasil.


Se movimentando II

No município de Itaiópolis, a implantação de um consórcio já está em fase adiantada, e poderá incluir os municípios de Papanduva e Monte Castelo. Na região de Joinville, os municípios de Araquari e São Francisco também já iniciaram a implantação.


Se movimentando III

Outra ação do ex-prefeito, se trata do lançamento de sementes de árvores nativas, como as de palmito, que serão lançadas nas florestas do município, como as já realizadas pelo Grupo Tuper, na região de Rio Natal e adjacências.


Se movimentando IV

Magno também informou que no mês de março, será lançado o segundo livro, sobre o Consórcio Quiriri, que conta a segunda fase do projeto, bem como, sobre o empreendedor Frank Bollmann, seu irmão que implantou as Pequenas Centrais Hidrelétricas – PCHs, cujo Complexo Hidrelétrico Rio Vermelho/Rio Natal, que vai englobar sete (PCHs). Juntas, as PCHs irão gerar 26,8 MW, o suficiente para abastecer 30 mil unidades consumidoras - o equivalente a uma cidade de 120 mil habitantes.


Se movimentando V

Outro feito do ex-prefeito, se trata da Usina de Processamento de Resíduos – UPR, implantada no Samae, que de início havia a desconfiança que poderia não funcionar. Mas ontem o próprio prefeito Tomazini, enfatizou – “Conforme destacou o prefeito Antonio Tomazini, desde o início de 2021, vários passos foram concluídos para que a Usina pudesse estar em operação. “Investimos mais de R$ 1 milhão na parte de energia elétrica da estrutura, pois os testes antes feitos eram a base de geradores alugados. Conseguimos a Licença Ambiental de Operação em 2021, em seguida foi possível lançar a licitação para contratação da mão de obra para operação da Usina, que infelizmente por duas vezes teve sua licitação deserta. Porém, no início de janeiro foi possível realizar a contratação da empresa para início dos trabalhos após a terceira licitação. É algo que nos anima, pois agora será possível dar sequência aos trabalhos neste projeto inovador”, explicou o prefeito.


Aprovadas

E na sessão de ontem na Câmara de São Bento do Sul, as contas do exercício de 2020, da gestão do ex-prefeito Magno Bollmann, foram aprovadas por unanimidade.


Contra

O vereador Chicão – PP, foi o único vereador que votou contra o Projeto de Resolução, da Mesa Diretora, que determina que a partir de agora, os assessores de vereadores, cumpram no mínimo 50% do tempo na Câmara de Vereadores. Mais do que justo, pois nós cidadãos através de nossos impostos pagamos os salários dos vereadores, bem como, de seus assessores, e precisam sim cumprir horário. Tenha dó senhor Chicão!


Plano 1000

Rio Negrinho, no Planalto Norte, receberá R$ 42 milhões, através do Plano 1000, do governo Carlos Moisés. Segundo o prefeito Caio Treml – PL, o município conta que tem sete obras mapeadas para usar o recurso. A principal delas é o acesso ao distrito de Volta Grande, com cerca de cinco mil habitantes.


Plano 1000 II

Nessa nova etapa do Plano, mais 18 prefeituras firmaram compromisso com o Governo do Estado nesta segunda-feira, 7, e receberão R$ 717 milhões para obras estruturantes ao longo dos próximos cinco anos. Foram contempladas as cidades de Araquari, Barra Velha, Caçador, Capinzal, Dionísio Cerqueira, Gaspar, Imbituba, Indaial, Itapema, Itapoá, Laguna, Orleans, Pomerode, Rio Negrinho, Seara, Tijucas, Urussanga e Xaxim.


Plano 1000 III

Os atos de adesão ao Plano 1000 tiveram a presença dos deputados federais Darci de Matos e Ricardo Guidi, dos deputados estaduais Moacir Sopelsa, Dirce Heiderscheidt, Jerry Comper, Júlio Garcia, Valdir Cobalchini, Vicente Caropreso, Mauro de Nadal, Marlene Fengler, Maurício Eskudlark, Paulinha, Ricardo Alba, Romildo Titon, Volnei Weber, Jair Miotto e José Milton Scheffer, além dos prefeitos contemplados.​