• Vilmar Bueno, o ESPETO

Ciranda Política

Apelo A vereadora e presidente da Câmara de São Bento do Sul, Carla Hofmann, apresentou uma Moção de Apelo ao Secretário de Educação do Estado, Luiz Fernando Cardoso em prol da manutenção das turmas de ensino médio noturno nas Escolas Estaduais EEB Professor Frederico Fendrich e EEB Prefeito Carlos Zipperer Sobrinho. A vereadora justifica a manutenção, pois essas mudanças de alunos para outras escolas, vai causar muitas dificuldades de deslocamentos para pais e para os alunos. Dezenas de pais já procuraram a vereadora para que ela intervenha para tentar manter essas turmas.

O que diz o Tal Código de Postura da cidade de São Bento do Sul. Por exemplo, no seu artigo 32 - Não é permitido, dentro do perímetro, a instalação de estrumeiras, depósitos de estrume animal. Que bosta.

E sobre as vias públicas O artigo 26 diz que - 0 serviço de limpeza de ruas, praças e logradouros públicos será executado diretamente pela Prefeitura ou por concessão. E no 27 - Os moradores são responsáveis pela limpeza do passeio fronteiriço à sua residência.

E ainda No artigo 29 – parágrafo - VI - Conduzir para a cidade, vilas ou povoações do Município, doentes portadores de moléstias infectocontagiosas, salvo com as necessárias precauções de higiene e para fins de tratamentos.

E também No artigo 38 - Os esgotos domésticos, os resíduos das indústrias, os resíduos sólidos domésticos ou industriais só poderão ser lançados direta ou indiretamente nas águas interiores se estas não se tornarem poluídas, conforme o artigo 36 deste código.

E para fiscalizar O tal Código de Postura, existe apenas um fiscal, possui 167 artigos e foi sancionado em 1996. E falando em fiscal, essa semana o único fiscal pediu exoneração. Mas já chamaram outro, que está realizando um treinamento.

Já sobre Os fiscais de obras, pelo que me informei, hoje são quatro, e um de férias. Mas também já chamaram outro do concurso. Mas teria que ter pelo menos seis.

Mas aqui Entre nós – todo prefeito quando assume, não pensa muito em melhorar as condições de trabalho dos servidores, que fazem da tripa o coração, para bem atender o contribuinte. Mas para nomear os apadrinhados, (em cargos comissionados), com salários que variam de R$ 4 a R$ 9 mil, por mês, são ráidos, e não é cobrado o mínimo de experiência. Só pedem mesmo o CPF, para cadastrar no banco para receber o salário. É tipo internet, qualquer um pode comprar, só apresentar endereço e o CPF.

E ainda Estão divulgando, que logo, logo, não vai mais precisar se dirigir até a prefeitura, pois com o avanço da tecnologia, será tudo pela internet. Vai ser mais ou menos assim – o contribuinte entra em contato com a secretaria de obras, por exemplo, e solicita um serviço na sua rua – e quem vai responder será a própria patrola, com aquela voz robótica ou igual a mulher do GPS – “...não realizamos roçadas e consertos de calçadas, nem plantamos flores e revitalizamos as principais vias de acesso à cidade, se quiser faça você mesmo – tenha um bom dia...”

Muita calma Nessa hora...hoje o prefeito Tomazini estará em Florianópolis, onde vai assinar os contratos ou convênios, ou ainda protocolar, sei lá! Para receber os milhões (R$ 86 milhões), do tal Plano 1000. E o principal projeto diz respeito a duplicação da Avenida dos Imigrantes.

Mas eu Pergunto – e a transpão e a ponte que liga nada a coisa nenhuma, e o prolongamento da Gustavo Eichendorf, o prosseguimento da Avenida São Bento, fazendo a ligação até a Serra Alta. E ainda, a conclusão das reformas dos escombros da parte de trás da Móveis Leopoldo (Centro Administrativo). Acredito que também devem entrar nesse show do milhão, nos próximos 4 anos. Pelo menos é o que profetiza Moisés.

Já quanto A Avenida dos Imigrantes, que vai muito bem obrigado. Parece algumas pessoas da minha cidade – já está com o prato com leite e farinha de milho, mas ainda coloca mais leite para poder colocar mais farinha – aí quando vai comer, derrama tudo fora do prato. Se é que me entenderam!