• Vilmar Bueno, o ESPETO

Ciranda Política

Tuper 50 anos

A Tuper lançou ontem o livro que conta a trajetória dos 50 anos de uma das maiores transformadoras de aço do país, sediada em São Bento do Sul. O livro é composto de texto e imagens. O livro é o registro de cada etapa que a empresa viveu até chegar aqui, conta o presidente & CEO, Frank Bollmann. O perfil da obra fica claro logo nas primeiras páginas, quando há a comparação entre as imagens aéreas das instalações da empresa no início dos anos 1970 e hoje. A legenda traduz a sensação de todos que vivem o cotidiano da Tuper: “Um sonho que virou realidade, uma semente que frutificou”, ressalta Bollmann.


Tuper 50 anos II

A empresa conta hoje com 2 mil funcionários, e fechará o ano do cinquentenário com uma série de recordes. A estimativa é alcançar um faturamento de R$ 3 bilhões para 2021, impulsionado por um volume de vendas, em toneladas, 34,6% superior ao de 2020 – no que diz respeito às exportações, o acréscimo projetado chega a 158,6%. Os investimentos realizados em 2021, R$ 20 milhões, são 165% superiores aos do ano anterior.

Tuper 50 anos III

A Tuper também foi eleita a 35ª maior empresa de Santa Catarina e a 148ª maior da região Sul do país, em levantamento realizado e divulgado pela revista Amanhã, em parceria com a PwC Brasil. Também está na lista do Valor 1000 – Maiores Empresas do Brasil, do Valor Econômico Edição 2020, ocupando o 548º lugar, subindo sete posições em relação ao ano anterior. Prova de que trabalho, inovação e dedicação, além da busca por qualidade e melhorias constantes, resultam em muito sucesso.


Tuper 50 anos IV

O empresário e presidente do grupo Tuper, Frank Bolmamn, na ocasião, anunciou que a empresa está com um projeto pronto para a construção de uma nova unidade fabril para produzir tubos para o setor de saneamento básico. E o município escolhido é Rio Negrinho. O anúncio foi feito nesta quarta-feira, durante evento de comemoração do lançamento do livro. “Os próximos passos será uma conversa com o prefeito de Rio Negrinho, Caio Treml, para estreitar o relacionamento com o vizinho município”, ressaltou Bollmann.


Leilão

O Samae de São Bento do Sul realizou nesta terça-feira (30), leilão de alguns itens inservíveis. Na lista estavam sucatas e alguns veículos, com lances mínimos somando R$ 128 mil. No entanto, devido às disputas por alguns dos itens, o valor final arrecadado foi de R$ 277 mil. Conforme o presidente da autarquia, Osvalcir Peters, os recursos arrecadados serão utilizados para renovação da frota.


Mudança

A partir de 1º de janeiro de 2022, Luciano Weidner será o novo presidente da Fundação Municipal de Desportos (FMD). Ele assumirá o cargo no lugar de Antonio Jauri da Costa. José Hoffmann Martins será o responsável pelo Desporto Comunitário e Rodrigo Nassif Ribas, o diretor técnico. A apresentação da nova equipe foi realizada nesta quarta-feira (1), no gabinete do prefeito Antonio Tomazini.


Pavimentação

A prefeitura de São Bento do Sul, anunciou o vencedor da licitação para as obras de pavimentação da Rua Augusto Wunderwald, no trecho entre a esquina da Rua Thomaz Vidal Teixeira (esquina do Topa Tudo) até o acesso com a Avenida dos Imigrantes. A vencedora foi a Prime Construções Ltda, ao custo de R$ 1.850.247,11. Agora, a Prefeitura de São Bento do Sul, precisa aguardar os prazos legais para então dar continuidade à homologação e posterior assinatura da ordem de serviço autorizando o início dos trabalhos.


Cotados

Ainda sobre os nomes cotados para assumir a vaga na secretaria de saúde de São Bento, lógico, se acaso o prefeito Tomazini - PSDB, realmente de a canetada para exonerar a atual secretária, Carmen Binotto. Entre esses nomes cogitados, estão: o ex-diretor do Hospital Sagrada Família, Renato Figueiredo, o ex-secretário Deodato Hruschka, o suplente de vereador Patrick Vicente - Cidadania, e até o nome da atual presidente da Câmara, Carla Hofmann - PSD, circulou esta semana nos bastidores.