• Vilmar Bueno, o ESPETO

Ciranda Política

Emhab

Adriano Cubas - Cidadania, Diretor- da Presidente da Empresa Municipal de Habitação – Emhab, a pedido da Vereadora Terezinha Dybas – PSDB, esteve ontem na Câmara, para mais uma vez explanar a situação do Loteamento Santa Fé.

Emhab II

Na ocasião Cubas falou sobre a situação do Loteamento, afirmando que é um empreendimento do Governo Federal, gerido e administrado pela Caixa Econômica Federal, e que o projeto tem por objetivo acabar com o déficit habitacional nos municípios. Segundo Adriano as obras devem ser concluídas até 28 de novembro deste ano.

Emhab III

Explicou ainda, que as regras para a seleção das famílias que seriam atendidas pelo programa foram alteradas por meio da Portaria nº2.081 de 30 de julho de 2020, que dispõe sobre os procedimentos para a seleção de beneficiários nas operações do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV), desta forma o candidato deve estar inscrito no CadÚnico (Cadastro Único), com dados atualizados por meio do CRAS, para poder participar do PMCMV.

Emhab IV

Lá serão entregues casas para 244 famílias, mas enquanto não preencher corretamente os cadastros com os nomes desses beneficiários, não podem ser entregues as tão sonhadas moradias. Coisas da burocracia do governo federal e Caixa.

Orçamento

E chegou na Câmara de São Bento do Sul, o orçamento geral para 2022. No total foi fixado o valor de R$ 522,7 milhões. Para a Câmara, R$ 5,6 milhões.

Orçamento II

O que deixa todos perplexos, é que para o gabinete do prefeito são R$ 6,6 milhões, pelo menos R$ 2 milhões a mais que para a Agricultura, Emhab, FMD e Cultura. Com a palavra os senhores vereadores.

Falhou o raio X

E o polêmico Raio X, que foi entregue pelo prefeito Tomazini e o vice Tirso, com um evento com toda pompa e com convidados especiais, era tudo balela, ainda não poderia funcionar. Probleminhas com a Vigilância do estado. Inclusive teve um vereador que se vangloriou na Câmara, dizendo que em oito meses a atual gestão resolveu o problema que se arrastava há mais de oito anos.

E nós pobres mortais!

Deputados estaduais de Santa Catarina e servidores públicos comissionados do Legislativo, Judiciário e Ministério Público poderão receber dinheiro público como contrapartida para a aposentadoria complementar. Sem alarde e com tramitação relâmpago, a matéria pode ser aprovada nesta terça-feira (26).

E nós pobres mortais! II

O PLC que cria o “Benefício Especial pela adesão patrocinada ao Regime de Previdência Complementar do Estado de Santa Catarina (RPC-SC) e altera a Lei Complementar nº 661, de 2015” começou a tramitar em 2 de setembro. E nós pobres mortais, vamos continuar na fila do INSS, e torcendo para não morrer na fila.