BLOG DO ESPETO - PRETO.png
  • Vilmar Bueno, o ESPETO

Ciranda Política

Mudança

Simone Lesnhak Willemann deixou a chefia de gabinete do prefeito Tomazini, e deve assumir o departamento de projetos. Mas parece que outras mudanças estão a caminho da antessala.


Emprego

Enquanto isso, um tucano de penacho nobre, até fez piadinha sobre a antessala. Dizendo que o Tomazini deveria fazer um anúncio do tipo – “Procura-se uma pessoa que entenda de política, para desempenhar o papel de chefia de gabinete e que possa fazer o relacionamento com os secretários e a Câmara de Vereadores”.


Enquanto isso...

Lá pelas bandas da secretaria de saúde de São Bento do Sul, as notícias são de que tudo continua sendo “mentiras e fofocas”. Só não sei se a promotoria de justiça vai concordar com isso.


Imunização

Nem completou seis meses da administração de Tomazini, e já tem eleitor dizendo por aí, que em 2024, deve “vacinar” o Tomazini nas urnas.


Imunização II

Lá no “Aconchego da Serra”, outro médico prefeito e os eleitores, já entraram com o pedido de divórcio, e isso que estava há poucos meses de lua de mel. E também os eleitores já prometem vacinar o prefeito em 2024.


Lua de mel

Já em Campo Alegre, a prefeita Alice Grosskopf – MDB, não entra em bola dividida, e continua atuando com desenvoltura e em lua de mel com os eleitores. Mas ela também sabe que as festas de casamento enquanto tem bolo e bebida, tudo bem, mas logo, logo, a coisa pode mudar.


Expectativa

Em São Bento do Sul, continua a expectativa sobre quando vai sair o cadastro para a vacinação de pessoas de 59 e 58 anos. O governo do estado já autorizou essa nova fase.


Expectativa II

E os eleitores também estão esperando como irão agir os vereadores de São Bento do Sul, sobre os episódios que pipocam no governo de Tomazini.


Falta de médico

Os moradores do Bairro Progresso, em São Bento do Sul, continuam sem médico. A titular se afastou e até o momento nada de uma explicação e ou informação sobre como isso vai ser resolvido.


MMA

Um médico furioso e descontrolado atacou um colega de trabalho no Hospital Sagrada Família. E isso enquanto os pacientes estavam na UTI, sem poder fazer nada. É o fim da picada. Sobre o episódio, nenhum comunicado oficial. Mas tem vários médicos que querem o mesmo, fora do hospital e até da cidade.