BLOG DO ESPETO - PRETO.png
  • Vilmar Bueno, o ESPETO

Ciranda Política

Promosul

A diretoria do Promosul nas pessoas de Frank Bollmann e Osmar Mülhbauer, receberam a imprensa ontem, e prestaram esclarecimento. Para a diretoria não existe irregularidades na entidade, apesar de ter uma dívida de mais de R$ 496 mil.


Promosul II

Ainda explicaram que quem está sendo investigado é a empresa Magioma e que o sócio da empresa Ildefonso Lacerda, já foi afastado, e que ele deve esclarecer as denúncias.


Promosul III

Para Frank as notícias que vem sendo publicadas são calúnias e difamação. A diretoria também informou através de um relatório que a entidade já contribuiu muito para o desenvolvimento da cidade. “Essa é um perseguição inútil e imbecil”, disseram os dirigentes, se referindo aos denunciantes, sem citar nomes de quem estaria por trás dessas denúncias.


Promosul IV

Frank Bollman ainda alfineto as administrações do MDB dos (Fernandos), Mallon e Tureck. Dizendo que foi um desastre para a Promosul”, atacou Frank Bollmann, justificando que durante o governo do medebista não houve qualquer tipo de contratação da Promosul e o IPTU passou a ser cobrado. No caso do ex-prefeito Fernando Tureck, também do MDB, também não houve qualquer entendimento quanto a repasses de recursos.


Promosul V

Resumindo, parece tudo explicadinho e fim. Nada disso a justiça e a Promotoria de Justiça devem ir a fundo de tudo isso. Mesmo reconhecendo a importância da Promosul, se existem irregularidades tudo deve ser esclarecido, mesmo que doa a alguns menos avisados.


“Os Fernandos”

Com certeza os Fernandos - Mallon e Tureck, devem se defender nos próximos dias das críticas recebidas do empresário e ex-prefeito Frank Bollmann. É a velha guerra MDB X PP.


Reconhecimento

A diretoria da Fundação Hospitalar de Rio Negrinho, recebeu esta semana o ex-deputado federal e ex-prefeito, Mauro Mariani, para agradecer o seu empenho em prol do hospital, onde foi destinado uma emenda parlamentar o valor de R$ 1.560.000,00. O valor faz parte da Emenda de Bancada no valor de R$ 1.926.041,70 para Apoio à Manutenção das Unidades de Saúde. Foi na administração e Mariani na prefeitura que iniciou a construção do novo hospital com a ajuda do então governador Luiz Henrique da Silveira.


Crise

Começa a se agravar a crise do PSL em Santa Catarina. A maioria da bancada estadual decidiu destituir o deputado estadual Ricardo Alba da liderança do partido na Alesc. Eles vão indicar o deputado Sargento Lima como novo líder do partido. Sargento Lima decidiu romper na semana passada com o executivo quando se sentiu desrespeitado com a ausência de secretários em uma reunião marcada pelo governador. Deputados do PSL estão nesta quarta-feira em Brasília para tratar de uma ação dos bolsonaristas de SC contra o governador Carlos Moisés.