BLOG DO ESPETO - PRETO.png
  • Vilmar Bueno, o ESPETO

Ciranda Política

Homenagem

De 12 a 20 de maio comemora-se a Semana da Enfermagem. Nesta quarta-feira (12) é o Dia do Enfermeiro, em alusão a data de nascimento da enfermeira de guerra Florence Nightingale. Já o Dia do Auxiliar e do Técnico de Enfermagem é celebrado no dia 20, em referência a Ana Néri, primeira enfermeira brasileira a se alistar voluntariamente em combates militares. Para homenagear estes profissionais, a partir de quarta-feira (12), a Prefeitura de São Bento do Sul, através da Secretaria de Saúde, inicia uma programação especial.


Confiante

O prefeito de São Bento do Sul, Antonio Tomazini – PSDB, disse que voltou confiante de que seus pedidos de verbas em Brasília podem ser liberados. Claro, um dia quem sabe! Entre os deputados visitados, estavam os "nossos deputados", Carlos Chiodini – MDB de Jaraguá do Sul e Hélio Costa – PRB de Florianópolis e ainda Rodrigo Coelho – PSB de Joinville.


Confiante II

Ao todo, estima-se em R$ 12 milhões os pedidos apresentados, com foco em pavimentação e compra de máquinas para a secretaria de agricultura. “Infelizmente sabemos que nem tudo deve ser liberado, mas temos esperança de que algo possa ser atendido”, disse. “Se você pede R$ 12 milhões e ganha R$ 2 milhões já é muito bom”, completa. Estavam na comitiva, o assessor de Governo, Luiz Novaski, o assessor Jurídico, Patrick Vicente, e o diretor de convênios e projetos, Sérgio Ricardo Pereira.


Reajuste suspenso

A nova decisão do Tribunal de Contas de Santa Catarina – TCSC., em nova orientação orienta as prefeituras que cancelem os reajustes concedidos aos servidores municipais. Isso atinge os municípios de São Bento do Sul e Campo Alegre, que já haviam concedido. Em Rio Negrinho ainda não houve reajuste.


Reajuste suspenso II

A nova orientação se deve depois que o TSE confirmou a lei que proibiu a partir de 28 de maio de 2020 até o final de 2021, a concessão, a qualquer título, de vantagens, aumentos, reajustes ou adequação de remuneração aos servidores públicos em todos os níveis. O sindicato dos servidores ainda não se manifestou oficialmente sobre o assunto.


Saibro do Frank

Foi aprovada na sessão desta segunda-feira, 10, da Câmara de Vereadores de São Bento do Sul, o Projeto de Lei 029/2021 que autoriza o poder público municipal a receber doação de saibro proveniente da Usina Rio Vermelho de Energia – Urve, de propriedade do empresário Frank Bollmann, com uma emenda e uma subemenda.


Saibro do Frank II

A emenda é de autoria dos vereadores Carla Hofmann e Luiz Pesenti, e inclui os produtores rurais cadastrados no programa Porteira Aberta para que estes também possam receber o saibro proveniente da perfuração da usina.


Saibro do Frank III

E a subemenda é de autoria dos vereadores Zuleica Voltolini e Adriano Reinhardt, e permite que os empresários e lojistas possam também receber o material, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. O projeto de Lei com a emenda e subemenda foi aprovado pelos 10 vereadores.


Privatização

O deputado Silvio Dreveck – PP, durante pronunciamento na tribuna, manifestou seu ponto de vista em relação à possível privatização do porto de Itajaí. ‘O assunto precisa, sim, ser debatido. É só comparar a eficiência do porto em relação ao terminal de Navegantes, que é privado”, ressaltou.


Privatização II

Afirmando ainda, que se for para seguir no modelo público, o Porto de Itajaí tem que apresentar melhores resultados, afinal, é a sociedade quem paga pela administração pública. “Os grandes resultados para a população têm vindo de concessões bem gerenciadas e Santa Catarina precisa fazer esse debate”, finalizou.


Moisés na Alesc

O governador Carlos Moisés da Silva (PSL) esteve nesta terça-feira (11), reunido com 22 dos 40 deputados da Assembleia Legislativa, para pedir a derrubada dos vetos governamentais sobre as propostas de destinação de recursos estaduais para obras em rodovias federais no estado, além de anunciar oficialmente o nome do deputado José Milton Scheffer (PP) como líder do governo no Parlamento. “É um marco histórico, um momento de diálogo em que o governo junto com o Parlamento discute e elabora questões importantes para os catarinenses. É isso que cada catarinense espera dos homens públicos.”