• Vilmar Bueno, o ESPETO

Ciranda Política

Regras mais rígidas

O Comitê de Crise da Covid-19, em São Bento do Sul, não vai seguir as determinações do governo estadual quanto à liberação de atividades como eventos sociais. O motivo são os números de casos no município e a taxa de ocupação no Hospital e Maternidade Sagrada Família, os quais seguem altos e na avaliação do comitê, caso houvesse flexibilização, poderia comprometer o atendimento aos pacientes.


Regras mais rígidas II

Por conta disso, eventos sociais (casamentos, festas de aniversário, batizados e outros) e a abertura de boates, casas noturnas e pubs seguem proibidos no município. Cada ponto do novo decreto estadual será debatido semanalmente pelo comitê de crise, e as decisões locais serão baseadas no número de atendimentos do hospital. Na quinta-feira (6) ocorre nova reunião do comitê de crise e nos próximos dias o prefeito Antonio Tomazini se reúne com os prefeitos de Campo Alegre, Alice Grosskopf, e de Rio Negrinho, Caio Treml, para que possam ser tomadas decisões em conjunto entre as três cidades.


Louvável

A atitude dos assessores e servidores da Câmara de Vereadores de São Bento do Sul, em fazer a doação de cestas básicas para a campanha “Dose Solidária", foi alavancada pela Amunesc. As 42 cestas foram entregues para a secretaria de Assistência Social do município. Que o exemplo inspire outras pessoas.


PSB

Parece que o inferno astral no combalido PSB continua. A polícia fez uma visitinha na casa de três dirigentes do partido em São Bento do Sul. A polícia quer saber onde estão as contribuições recebidas pelo partido, que pelo que se sabe eram legais, mas como não se prestou contas, se tornaram supostamente caixa 2. Sem falar que alguns dirigentes do falido PSB, acabaram indo para o PSL. A pergunta que fica é a seguinte,: levaram a grana junto?. Um conselho: se você é tesoureiro de um partido, abra o olho, pois vem mais investigações por aí!



Contratando

A Câmara de Vereadores de Campo Alegre, Estado de Santa Catarina, abriu Processo Seletivo Simplificado para contratação de um contador, para atuar no Legislativo campo-alegrense, com carga horária de 20 horas semanais. Será contratado um servidor, com Diploma de Curso Superior em Ciências Contábeis emitido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação - MEC, e com registro no CRC - Conselho Regional de Contabilidade, com remuneração básica de R$ 2.168,36. Maiores informações: https://www.camaracampoalegre.sc.gov.br/ Água

O vereador Kbelo – PDT, já tinha alertado o Samae de Rio Negrinho, sobre a irregularidade no reajuste da água. Então o Samae reconheceu o erro e emitiu um ofício endereçado à câmara de vereadores dizendo: “No presente caso, podemos claramente perceber que o ato administrativo (reajuste no valor da tarifa de abastecimento de água potável), praticado equivocadamente por esta autarquia, é um ato inválido, pois viola o ordenamento jurídico pátrio e, acima de tudo, um ato anulável, pois não existe qualquer oportunidade de saná-lo”.


Água II

A Câmara de Vereadores de Rio Negrinho, também modificou a lei da tal Tarifa Residencial Social – TRS, tem seu valor fixado em 50% (cinquenta por cento) do valor da tarifa residencial e só é concedida às economias que possuem a média de consumo de até 10 m³ (dez metros cúbicos). Agora com a nova lei, as famílias podem consumir através da TRS, até 20m3 de água/mês (média dos últimos 12 meses); O volume que exceder a 20m3 será cobrado pelo valor do metro cúbico da tarifa vigente. Ultrapassando o limite, o excedente será calculado pelo valor do metro cúbico da tarifa residencial; Art. 3º A Tarifa Social tem seu valor fixado em 40% (quarenta por cento) do valor da tarifa residencial até 10 m3, seguindo os mesmos padrões e formas de cálculo e faturamento existentes na categoria residencial.


Água III

Já em São Bento do Sul, o prefeito eleito Tomazini -PSDB, defendeu durante sua campanha mudanças na tal TBO do Samae. Mas até agora nem o prefeito, muito menos os vereadores da situação tocaram no assunto. Mas muita água ainda vai rolar...


Reajuste

A Câmara de Rio Negrinho aprovou através de Projeto de Lei, o aumento do piso salarial profissional nacional dos agentes comunitários de saúde e dos agentes de combate às endemias. O primeiro com o valor de R$ 1.400,00 (mil e quatrocentos reais) a contar de 1º de janeiro de 2020 e o segundo com valor de R$ 1.550,00 (mil, quinhentos e cinqüenta reais) a partir de 1º de janeiro de 2021, considerando que em 2019 o valor dos vencimentos era superior ao valor do piso salarial de R$ 1.250,00 (mil duzentos e cinqüenta reais).


Nenhum do Planalto Norte

Foram homologadas nesta terça-feira (4) 23 candidaturas à lista sêxtupla que vai definir o novo desembargador do Tribunal de Justiça de SC na vaga destinada à advocacia. É a primeira vez que a escolha da OAB catarinense vai ter participação direta da advocacia em votação on-line que deve ocorrer na segunda quinzena de junho.


Proibido

A dispensa de servidores públicos contratados em caráter temporário, nas áreas de Segurança e Saúde, continua proibida em Santa Catarina. O projeto que garante a manutenção dos cargos durante a pandemia é de autoria da deputada estadual Ada Faraco de Luca (MDB), foi aprovado pela Assembleia Legislativa, mas vetado pelo governo do Estado. Na sessão desta terça-feira (4), o veto foi derrubado pelos deputados. Conforme a deputada Ada, a proposta evita demissões e garante a continuidade dos serviços durante a pandemia.