• Vilmar Bueno, o ESPETO

CIRANDA POLÍTICA

Mariani Na tarde desta quarta-feira, 24, o ex-deputado federal e atual assessor do Senado Dário Berger - MDB, Mauro Mariani - MDB esteve na Câmara de Vereadores de São Bento do Sul. Primeiro ele se reuniu com o vereador Angelo Ronei Peschiski - MDB, e depois se reuniu com a presidente do Legislativo, vereadora Carla Hofmann - PSD, se colocando à disposição para auxiliar a trazer recursos da Capital Federal para São Bento do Sul. Mariani continua visitando os prefeitos, vereadores e entidades civis, para conhecer e buscar recursos para projetos e ações para a região do Planalto Norte.


Pavimentação

O prefeito de São Bento do Sul, Tomazini – PSDB, tem dado uma atenção mais que especial para o projeto da pavimentação comunitária. O setor hoje é comandado por Wilson Bento. As expectativas é de que até o final do ano, pelo menos 40 ruas devem receber essas benfeitorias em parceria com os moradores. Inclusive já estuda em reforçar e equipara ainda mais esse setor, para não ficar na dependência da secretaria de obras.


Fogo amigo

Dentro do governo de Tomazini, começaram a circular alguns dossiês contra uns e contra outros. Uma verdadeira guerra do puxa tapete, que se não forem tomadas providências não vai acabar bem. Nem para os envolvidos e nem para o governo. Agora, aqui entre nós, os prefeitos deveriam antes de nomear alguns mal acabados, pelo menos fazer uma investigação sobre a vida pregressa da pessoa, e não acreditar naqueles amigos da onça que indicam os viventes.


Procurador

Mesmo que alguns penachos nobres dos tucanos trabalhem contra a permanência do procurador que mora no coração de Tomazini, Álvaro Skiba, vai ficando, e às sextas-feiras vão passando​. Mas clara, tem a sexta maior​. ​Tucanos de pouca fé! ​Sobre a procuradoria ter perdido o prazo em um processo de uma servidora médica, se limita a dizer que o prazo era somente de 3 dias no governo de Tomazini, e por isso recorreu ao TJSC. Agora é esperar para conferir.


Lei/Covid

E foi protocolado ontem na Câmara de São Bento do Sul, um Projeto de Lei, que se aprovado, vai endurecer o combate para frear a pandemia na cidade. No projeto enviado pelo prefeito Tomazini, consta inclusive os critérios de fiscalização, e até multas ​no âmbito ​administrativa, principalmente em relação às festinhas clandestinas e o não uso da máscara em locais públicos. Se isso vai ajudar também torcemos pela sua aprovação.


Pandemia

A secretária de saúde de São Bento do Sul, Carmen Binotto, afirmou na ACISBS, que a situação da pandemia está sob controle. Acreditem, não está. Portanto, se cuidem, usem máscara para proteger você e seus semelhantes.


Processo

Pelas informações que obt​ive​​ ontem o processo que tramita na Justiça Eleitoral – TRE/SC., sobre a (liminar provisória) concedida em favor de Tomazini, e que o autorizou sua participação nas eleições, deve ser julgada em abril. A pergunta que fica é a seguinte, ele vai o​u​ não vai se licenciar, para se defender e acompanhar o processo.


Novo site

O Samae de Rio Negrinho informa que seu novo site já está em funcionamento. Através do endereço www.samaerne.sc.gov.br é possível retirar segunda via de fatura, informações sobre os cuidados com a água, publicações legais e etc.


Sepultamento

As obras de ampliação de mais um módulo de sepultamento no Cemitério Jardim Parque da Colina em Rio Negrinho, foram concluídas recentemente. A empresa responsável pela obra é a WR Construtora, vencedora do processo licitatório. A estrutura foi entregue ao município nesta segunda-feira, antes do prazo de conclusão. O novo módulo, assim como o primeiro, conta com 144 lóculos de sepultamento vertical. A Prefeitura de Rio Negrinho pleiteia agora a construção dos últimos dois módulos, também com 144 lóculos cada, já previstos no projeto inicial.


Suspensão

O deputado estadual e líder da bancada do PL na Assembleia Legislativa Ivan Naatz protocolou nesta quarta-feira, pedido de suspeição do deputado José Milton Scheffer (PP), que é um dos cinco deputados, ao lado dos cinco desembargadores, que compõem o tribunal especial misto que vai julgar o segundo processo de impeachment do governador do Estado, Carlos Moisés da Silva, nesta sexta-feira. O pedido é dirigido ao presidente do Tribunal Especial, desembargador Ricardo Roesler e justifica que o deputado Scheffer é o atual líder do governo na Alesc e, portanto, com voto parcial em função de atuar na defesa do governo. Ao mesmo tempo, o deputado Ivan Naatz pede a suspensão do julgamento até que seja julgado o seu pedido.