BLOG DO ESPETO - PRETO.png
  • Vilmar Bueno, o ESPETO

CIRANDA POLÍTICA

Pré-candidata

A advogada Luiza Mallon – MDB, manifestou esta semana a possibilidade de concorrer a uma vaga de deputada estadual para a Assembleia Legislativa – Alesc, representando a região. Claro, que ainda falta mais de um ano para as eleições, e que o partido deve avaliar essa questão. Mas quem chega antes bebe água limpa.


Pré-candidata II

Com isso agora o MDB de São Bento do Sul, já conta com pelo menos duas candidatas. A outra é a ex-candidata a vice-prefeita Eliane Hübl, que concorreu na chapa encabeçada por Ismar Becker – PSD. No caso de Eliane, que poderá concorrer a uma vaga na Câmara Federal, corre nos bastidores que ela foi convidada para se filiar em outros partidos da cidade, entre eles o PSD e o NOVO.


Pré-candidata III

Outro nome e que faz parte da nova força da mulher, se trata da vereadora e advogada, Carla Hofmann – PSD, que também está se preparando para concorrer a uma vaga na Alesc.


Pré-candidata IV

E tem mais a ex-candidata a vice na Chapa de Magno Bollmann – PP, a professora Rosemari Cândido, está sendo incentivada a concorrer uma vaga de deputada estadual, pelo PP. Então, hoje a cidade tem nesses nomes quatro nomes, as principais forças femininas na política, sendo um fato inédito e positivo.


Entrevista

O ex-secretário de saúde de São Bento do Sul, Dr. Manuel Del Olmo, e que preside até o final do mês o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Santa Catarina (COSEMS/SC), durante entrevista ao Palavra Livre ontem, falou do grave problema e do pior momento da pandemia, principalmente acerca da variante (nova cepa) do vírus, que agora não escolhe mais idade.


Entrevista II

O médico também falou sobre a retaliação e perseguição política que vem sofrendo do prefeito Antonio Tomazini. “Se era para investigar os médicos que não cumpriam o horário de trabalho, conforme ajuste de conduta feito entre a secretaria de saúde e o Ministério Público, por que somente eu estou respondendo um Processo Administrativo Disciplinar – PAD”, questionou. Esse caso dos médicos ainda promete muitos capítulos.