• Vilmar Bueno, o ESPETO

CIRANDA POLÍTICA

Mais chiados

Se a assessoria de comunicação do prefeito de São Bento do Sul for a última a saber dos acontecimentos e ações do próprio governo, o que sabendo às vezes pela internet e até pelo pessoal que circula nos corredores, a coisa está indo de mal a pior.


Me liga, me liga...

Já passados 34 dias do governo de Tomazini e Tirso, um dos mais entusiastas e defensor dos tucanos, o conhecido Xaropinho, ainda não recebeu aquele tão esperado telefonema. Calma, logo eles ligam!


Em compensação...

No primeiro escalão de Tomazini, foram nomeados apenas quatro tucanos da gema. Nos demais cargos estão filiados do PP, MDB, PSD, Cidadania e PL.


Especulação

Na rádio corredor, as últimas notícias dão conta que o novo secretário de administração, não deve esquentar a cadeira. E já surgem alguns nomes para o seu lugar, entre eles o presidente do sindicato dos servidores, Edmilson Assis, o Mafra, que já foi secretário e de Ederval Neidert do RH.

Legislativo

A presidente da Câmara de São Bento do Sul, vereadora Carla Hofmann – PSD, nesses primeiros dias com servidores presenciais, começou por em prática a sua forma de gestão. Mas está usando do bom senso, mesclando servidores da casa que já possuem experiência, com nomes novos e com formação e também preparados. Penso que está no caminho certo.


Obras

Desde o início do ano, a Secretaria de Obras tem trabalhado em ritmo intenso por todos os bairros de São Bento do Sul. Apesar de toda dificuldade por conta das chuvas constantes durante o mês de janeiro, diversas ações foram realizadas.


Obras II

Segundo o secretário de Obras, Jairson Sabino, as chuvas intensas registradas quase todo o mês de janeiro danificaram muitos pontos de estradas e são nesses que a secretaria trabalha intensamente nos curtos períodos de tempo bom, buscando a plena recuperação das vias. “Estamos colocando a casa em ordem, aprendendo muito e contamos com uma equipe boa de trabalho. Quando o tempo dá uma melhorada, damos sequência ao trabalho de tapa buracos, além do patrolamento e ensaibramento”, disse.


Debates

A primeira sessão da Câmara de Campo Alegre, foi marcada pelo debate e troca de acusações entre o ex-prefeito e agora vereador Vilmar Grosskopf – MDB, e o ex-chefe de gabinete de Blaszkoski, e também agora vereador, Jefferson Cunha, seu fiel escudeiro.

Debates II

De um lado Vilmar rebateu colocações de Blaszkowski, que no dia da posse disse que no último ano do mandato de Grosskopf, ele deixou a folha de pagamento com um índice de 53%. Sobre isso Grosskopf, diz que esse índice foi de 42%. Enfim, se esse vai ser o debate na atual legislatura, então o povo e a cidade, só tem a perder. Torço que isso mude.


Samae

O Samae de Rio Negrinho está realizando a ampliação da rede de abastecimento de água em dois pontos do município. As equipes trabalham às margens da BR-280, próximo a divisa com São Bento do Sul, e também na rua Casemiro Kasczeszen, bairro Vila Nova.


Sanidade Equina

A Secretaria de Agricultura de Rio Negrinho lembra que a primeira coleta do Programa de Sanidade Equina acontecerá nesta segunda-feira, dia 8. Já a segunda coleta está marcada para o dia 22. O agendamento pode ser feito pelos telefones 3644-1399, 99933-1898 ou com Fábio pelo 99277-6799. Vale lembrar que os custos do laboratório nos exames de anemia e mormo ficam por conta do criador.


Salvo

Os deputados aprovaram ontem a revogação da prisão domiciliar do deputado Julio Garcia – PSD. Foram 27 votos favoráveis, cinco contrários e duas abstenções. Votaram contra os deputados Bruno Souza (Novo), Ivan Naatz (PL), Jessé Lopes (PSL), Marcius Machado (PL) e Sargento Lima (PSL). Ana Campagnolo e Coronel Mocellin, ambos do PSL, se abstiveram, enquanto Ada de Luca (MDB), Dr. Vicente Caropreso (PSDB), Paulinha (PDT) e Silvio Dreveck (PP) estavam ausentes no momento da votação. Em resumo, os deputados que foram a favor, dizem que ninguém pode ser julgado previamente sem uma sentença final. Bom, como sempre falo, ‘corvo não come corvo.


Novo normal

Uma das profissionais de saúde mais atuantes durante a pandemia de coronavírus, Margaret Dalcolmo, falou esta semana sobre vacinas e perspectivas para os próximos meses.


Novo normal II

Para Margareth Dalcolmo, mesmo após a vacinação, as pessoas vão precisar manter os cuidados básicos de prevenção contra a Covid-19 pelos próximos dois anos. Ela afirmou “não ter muita dúvida” quanto a isso, citando a experiência de ver de perto outras epidemias, como a de ebola, na África.


Novo normal III

As nossas vidas não vão mudar tão cedo, nós vamos ser vacinados e vamos continuar tendo que usar máscaras, sobretudo em transportes fechados, trens, ônibus, aviões, navios, tudo que é coletivo, nós vamos precisar usar máscara, manter um distanciamento prudente das pessoas (...) acho que nós vamos nos próximos dois anos ter que ter uma vida ainda com cuidados diferentes da vida anterior a dezembro de 2019 — comentou.