• Vilmar Bueno, o ESPETO

Ciranda Política

Equipe

O prefeito eleito Dr. Tomazini – PSDB, terá uma semana agitada, pois a formação de seu primeiro escalão ainda precisa emplacar os demais secretários.


Equipe II

Com a confirmação do vereador reeleito Jairson Sabino, na secretaria de obras, Josias Terres na educação, ainda faltam as secretarias de Assistência Social, Planejamento, Desenvolvimento Econômico, Planejamento, Finanças, Administração, Agricultura e Saúde. Além ainda da FME, Samae, Fundação Cultural, Defesa Civil, Emhab e chefia de gabinete.


Equipe III

Já no Detru foi confirmado o nome do subtenente Sandro Ludovico Moecke e no Procon o nome do ex-vereador Vilson Bento.


Equipe IV

Uma das mais importantes secretarias, sem dúvida é a da saúde, até por quê, como Tomazini e Tirso são profissionais da área, é grande expectativa pois muitas promessas de campanha foram exatamente para esta secretaria. E o empresário Geraldo Weihermann e coordenador da campanha, desponta como o nome mais forte, por sua personalidade conciliadora e homem de bom senso.


Equipe V

Os nomes que circulam pelos bastidores são muitos. Entre eles, Marcos Lemos para diretoria de comunicação, Osvalmir Tschoeke para o Desenvolvimento Econômico, Gilmar Pollum na Ação Social e Adriano Cubas na Emhab. Também estão na lista, Clifford Jelinski, Patrick Vicente, Luiz Novaski, seu Gugu e Sérgio Pacheco.


Câmara

Os acertos para a presidência da Câmara em São Bento do Sul, continuam acirrados nos bastidores. As primeiras notícias dão conta que o PSD de Carla Hofmann e Luiz Pesenti, o PSDB de Jairson Sabino e Terezinha Dybas e o Cidadania do Dr. Darlan, estão bem avançados nos entendimentos.


Câmara II

E se o governo de Tomazini quiser ter uma ampla aliança no legislativo, bastaria puxar também o DEM de Paulo Zwiefka e Hélio Alves. Quanto ao PP de Zuleica e Chicão, a coisa fica mais difícil.


Câmara III

Mas em política nada é impossível, pois é só lembrar do saudoso e exímio articulador, Luiz Henrique da Silveira, que governou o estado por dois mandatos, tendo praticamente todos os deputados aliados na Alesc.


Câmara IV

O vereador reeleito Jairson Sabino – PSDB, era um dos nomes que buscava a presidência, mas aceitou a secretaria de obras, e com isso abriu um novo leque de opções.


Câmara V

Numa conta fria, o PSD, PP, DEM e MDB, possuem sete votos, e poderiam comandar o legislativo nos próximos quatro anos, mas em política, como tenho dito, dois mais dois nem sempre são quatro. Sem falar que nenhum partido e ou vereador, quer passar a pão e água por quatro anos.


Segundo turno

Em Joinville, enquanto o deputado Darci de Matos – PSD, estaria melhor entre as classes mais populares, o empresário Adriano Silva – NOVO, se posicionaria melhor nas classes média e alta. Naturalmente que Darci de Matos vai querer rotular o oponente com o candidato das elites, dos ricos, embutindo que ele representa os pobres. Vai ser um embate acirrado.