BLOG DO ESPETO - PRETO.png
  • Vilmar Bueno, o ESPETO

Ciranda Política

Tucanos

Se por acaso o PSDB através do diretório rejeitar o nome do vereador Jairson Sabino, para compor uma chapa, com o Tomazini, ou outro nome, o vereador terá pelo menos a garantia de concorrer à reeleição.


Tucanos II

Agora se isso mesmo se confirmar no próximo dia 12, quando acontece a convenção do PSDB, não poderá pedir que Sabino apoie a chapa tucana, já que ele foi rejeitado. E em política, se soma e não se divide.


Tucanos III

Agora sobre a insistência do partido em recorrer na justiça, na tentativa de manter o nome de Tomazini, que hoje é inelegível, corre o risco de não emplacar um plano B, isso se existir um plano B, já que Tirso e Chico Moraes dizem que não irão disputar a prefeitura. No caso do Tirso poderá sim, disputar a vereança.


Nossa!

O vereador Daguimar Nogueira – PSL, falou que saiu impressionado com a conversa com o governador Carlos Moisés – PSL. Impressionado ficaria o povo, se o governador tivesse liberado recursos para a cidade.


Sugestão

O vereador Fernando Mallon solicitou que seja suspensa o pregão, que vai escolher a empresa que vai disponibilizar os tais cartões de alimentação para os servidores do Samae. Mallon defende que isso seja pago em dinheiro, o que daria mais liberdade para o servidor gastar onde queira, e não onde o cartão tiver convênios nos comércios.


Mais vagas

Os fofoqueiros de plantão estão dizendo que o aumento das vagas na penitenciária em São Bento do Sul, de 364 para 426, será para abrigar, vereadores, vice e prefeito e médicos e ex-secretários. O povo é maldoso.


Decisão dos prefeitos

O governador Carlos Moisés (PSL) anunciou em coletiva de imprensa na manhã desta segunda-feira (1º), em Florianópolis, o plano de regionalização das medidas contra o coronavírus em Santa Catarina, que passará a valer na próxima segunda (8). O governo também definiu novas datas para a possibilidade de liberação de serviços como transporte público, aulas e eventos.


Decisão dos prefeitos II

Com a nova forma de gestão anunciada pelo governo, os municípios vão decidir sobre o funcionamento ou não de atividades públicas e privadas. Santa Catarina será dividida em 16 regiões, com base no mapa que define as regiões de saúde do Estado.


Decisão dos prefeitos III

A partir do nível de risco da região, ela terá a recomendação por parte do governo de ações mais restritivas ou de liberação de serviços. A classificação do risco das regiões levará em conta dados sobre casos confirmados de coronavírus, óbitos, taxa de ocupação de leitos e taxa de transmissão. O governo ainda não divulgou a situação de cada uma das regionais.