• Vilmar Bueno, o ESPETO

Ciranda Política



Negado

A juíza substituta Olívia Carolina Germano dos Santos, negou a tutela antecipada, onde pedia a nulidade do processo administrativo, o qual resultou em sua demissão como servidor público, por não cumprir o horário integral de trabalho, cuja ação liminar foi proposta pelo médico Dr. Tomazini – PSDB. Com isso ele continua inelegível e não pode, até este momento participar das eleições para prefeito.


Negado II

A decisão da juíza foi muito bem fundamentada. Ao final do despacho – “Nesse contexto, em juízo sumário de cognição, entendo que não é possível deferir a tutela de urgência pleiteada, por ausência de probabilidade do direito invocado. Ante o exposto: 1) Indefiro o pedido de tutela de urgência. 2) Corrija-se o valor da causa, nos termos do requerimento de ev. 8, intimando-se o autor para que complemente o recolhimento das custas processuais, no prazo de 15 dias, sob pena de cancelamento da distribuição da inicial (art. 290 do CPC). 3) Após, voltem conclusos, inclusive para a análise dos requerimentos de ev. 7. 4) Intimem-se. Documento eletrônico assinado por OLIVIA CAROLINA GERMANO DOS SANTOS, Juíza Substituta, na forma do artigo 1º, inciso III, da Lei 11.419, de 19 de dezembro de 2006...”


Negado III

Veja o despacho completo, através do processo eletrônico: https://eproc1g.tjsc.jus.br/eproc/externo_controlador.php?acao=consulta_autenticidade_documentos, mediante o preenchimento do código verificador 310005992367v5 e do código CRC b498d8d8.


Repercussão

Com a decisão sobre a negação do pedido de Tomazini – PSDB, volta tudo como estava. A pergunta que fica é a seguinte – O partido vai continuar recorrendo até o último dia para tentar registrar sua candidatura, ou vai lançar um novo nome para concorrer a prefeitura?

Repercussão II

O PSDB tem duas saídas, ou até três, ou seja, poderá lançar o nome do Dr. Tirso ou Dr. Chico Marques, ou ainda ceder o vice para outro partido. Nesse caso acredito que Ismar Becker do PSD, poderia ser uma boa saída.

Bem avaliado

O prefeito de Campo Alegre, Rubens Blaszkowski – PSD, sai de sua segunda gestão com avaliação que poderia se reeleger pela terceira vez, sem falar que transformou a cidade com obras em todos os setores.

Bem avaliado II

Blaszkowski tem se esforçado para que a coligação – PSD/PP/DEM, possa eleger o próximo prefeito, mas está cada vez mais difícil, e tem força para que isso aconteça, mas o problema que o vereador Raul Johanson -DEM, não tem ajudado muito.


Chapas

Em Rio Negrinho as apostas é que o prefeito Julio Ronconi – PSDB, leve como vice o vereador Abel Hack – PSC.


Chapas II

Já na oposição, pelo andar da carruagem, o pré do PL do médico Dr. Caio Treml, falta apenas definir o vice, entre Abel Schroeder – MDB ou Roberto Albuquerque – PP. Claro que isso é extraoficial.