• Vilmar Bueno, o ESPETO

Ciranda Política

Publicidades

No dia 31 de julho, solicitei publicidade via agência 9mm, para o diretor de comunicação, da prefeitura de São Bento do Sul, Ricardo Baum, ele me informou que a partir daquela data, que decidia era a chefia de gabinete (leia-se Nilva Larsen). E que também o valor das publicidades seriem cortadas em 50%, o que realmente aconteceu.


Publicidades II

E no mesmo dia me enviou uma mensagem via whatsapp, com o seguinte texto: “Tivemos uma reunião na segunda-feira onde foram exigidos cortes por parte do nosso setor, que está extrapolando e precisa ter verba em caixa para campanhas específicas nos meses de setembro (aniversário do município) e dezembro (natal).”


Publicidades III

No entanto a publicidade do dia do aniversário o qual novamente solicitei, com base na minha tabela de preços, foi respondida que somente o gabinete poderia autorizar. E que eu deveria vir pessoalmente falar com a Nilva. Mas não pude por estar me recuperando de uma cirurgia.


Publicidades IV

Mas para meu espanto, foram publicadas duas páginas cor no jornal diário local, no valor de R$ 7.765,26. Até aí tudo bem, deve ser a tabela do jornal. Agora preciso saber se não veio publicidade para o Jornal Tribuna, por que não fui me ajoelhar diante da dama de ferro, ou por que foi uma decisão de gabinete. E assim caminha a gestão de ouro de Magno Bollmann, Márcio Dreveck, César Godoy, Paulo Ziefka, Vilson Fener, Nilva Larsen, Márcio do Prado Lima, etc...


Fort Atacadista

O Tribuna de Justiça, julgou improcedente o pedido de suspensão feito pela promotoria de São Bento do Sul, das obras do Fort Atacadista em São Bento do Sul. Portanto, até o final do ano teremos uma das redes mais importantes e com bons preços. Com isso todos ganham.


No palanque

O ex-deputado federal, Mauro Mariani – MDB, afirma que não será candidato a nenhum cargo, mas que no caso de Rio Negrinho, vai colocar sua força política para tentar eleger um nome do partido. Ou quem sabe apoiar um bom nome.


Bom trabalho

Apesar da carência de contingente, a Polícia Rodoviária Federal e também a Polícia Rodoviária Estadual, continuam realizando um trabalho exemplar em Santa Catarina de combate ao tráfico de drogas e contra a embriaguez no volante. A campanha desencadeada nas rodovias federais e estaduais visando a punição dos motoristas bêbados tem registrado números que envergonham a todos.