BLOG DO ESPETO - PRETO.png
  • Vilmar Bueno, o ESPETO

Ciranda Política

Segue a temporada

Como o Godoy mesmo disse, que pode não ser um bom político, mas é um bom advogado. Mas também para desmantelar o relatório da comissão, até aprendiz de ferreiro derrubava. Claro, que isso não justifica os crimes de Godoy. Mas como corvo não come corvo, o picadeiro continua pronto para a próxima apresentação.


Perdeu...

O presidente do PSB Ivanor Varela, mesmo tendo apresentado a denúncia contra Godoy, e tendo dois vereadores do partido, não conseguiu cassar seu desafeto, o vereador Godoy. Mas também ameaçando os vereadores nunca conseguiria.


Chateado

O presidente da Câmara Peti – PP, durante pronunciamento na sessão desta quinta-feira, falou sobre as postagens com críticas pessoais a ele, devido ter votado contra a cassação do vereador Godoy e do vice-prefeito Márcio Dreveck. Em resumo disse que não encontrou prova suficiente nos processos de cassação. Ao meu entender os dois cometeram decoro e crime político-administrativo. Mas, companheiro não vota em companheiro.


Rebatendo

O vereador Jairson Sabino – PSDB, rebateu a colocação da advogada do vice-prefeito Márcio Dreveck, Dra. Ana Del Olmo, de que a condução do processo de cassação na Câmara, “foi uma palhaçada”. Para o vereador isso não procede, pois ele foi preso e está provado que cobrava parte do salário dos seus indicados. Já no caso do vereador César Godoy, que também desqualificou os trabalhos da comissão processante. Disse “que isso não procede e também as provas estavam no relatório de cassação.


Explicando

O vereador Fernando Mallon – MDB, disse que antes das votações procurou não se manifestar sobre os casos. Para Mallon tanto Márcio Dreveck como César Godoy não falaram sobre as acusações, e falado somente de que os processos estavam errados em sua condução. Mallon ainda ressaltou que as defesas dos dois investigados por esses motivos, não retiram suas culpas pelos crimes cometidos. Finalizando, Mallon disse que no caso do Márcio o dinheiro cobrado teria sido para o partido, e no caso de Godoy cobrou mas não repassou para o partido, sem falar que usou da coação.


Explicando II

Para o vereador Marco Redlich – PP, nas manifestações recebidas, umas criticando e outras parabenizando, disse que muitas delas também acreditam que a Câmara não pode ter o papel de julgadores. Não entendo, pois então por que cargas d’águas os processos foram recebidos e votados.


Resumindo

Todos os vereadores sabiam há muitos tempo dos crimes cometidos tanto pelo vice como pelo vereador Godoy. Mas tinham o dever de cassar os dois, pois cometeram decoro, além dos crimes político-administrativo. Agora, com certeza os eleitores farão a sua parte, já que mesmo pagando o salário dos vereadores, eles não fizeram o trabalho.


Obras

Marco Redlich também aproveitou para destacar o projeto de auxílio financeiro para os estudantes, cujas inscrições estão abertas. O projeto original partiu do vereador César Godoy. Também citou as obras entregues na Escola Sophia Schwendler, além de equipamentos em 19 unidades escolares do município. Também convidou a todos para a entrega de mais uma obra, neste caso na Escola Denise Harms, amanhã às 19 horas. Sobre as lajotas que estão sendo retiradas para receber pavimentação asfáltica, serão reaproveitadas em outras vias.


Cansados

Ontem os vereadores Daguimar Nogueira, Paulo Zwiefka e Nivaldo Bogo, pediram para se ausentar do plenário, antes do seu término. E isso que ainda tinha uma sessão extraordinária. Pelo jeito estavam cansados de ‘trabalhar’ para o povo. O vereador Jaime Lima também queria dar no pé, mas teve que ficar senão não teria quórum para a votação.


Farpas

Após a votação no processo de cassação do vice Márcio Dreveck, os vereadores se manifestaram. E novamente o vereador Viliczinski, fez duras críticas contra o vereador Sabino, dizendo, que o vereador deveria fazer alguma coisa pela comunidade, ‘e não se esconder atrás do microfone’.


Feira

Numa ação do empresário Jonathan Linzmeyer, e uma parceria histórica na região, as Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDLs) de São Bento, Campo Alegre e Rio Negrinho realizam a primeira edição da Liquida Serra – Feira da Malha e do Comércio. As instituições reforçam que este é o momento das empresas locais mostrarem a sua força e transformarem o evento em uma oportunidade para melhorar o fluxo de caixa, divulgar a marca, conquistar e fidelizar clientes, promover a baixa dos estoques, e, acima de tudo, combater as chamadas feiras do Brás, que há anos se instalam na cidade e não agradam o comércio local.


Feira II

A aquisição dos estandes está sendo facilitada com o apoio e patrocínio da Sicredi, que oferece opções parceladas e de financiamento. A feira está programada de 18 a 22 de março, na Promosul. Mais informações com as CDLs de cada cidade e pelo site www.liquidaserra.com.br.


Feira III

Já em Itajaí, Linzmeyer estreia sua primeira feira de móveis e decoração, no estilo Feistock. O evento acontecerá entre os dias 27 e 01 de março, no Centreventos Itajaí, com vendas diretas ao consumidor, com descontos que chegam até 70%.