BLOG DO ESPETO - PRETO.png
  • Vilmar Bueno, o ESPETO

Ciranda Política

Stand by

O Brasil a partir desta semana até quinta-feira que vem está meio parado. O carnaval é a pauta de deputados, senadores e gente comum.


Stand by II

Aqui em São Bento do Sul também está meio parado os processos de investigação no legislativo contra o vice Márcio Dreveck e o vereador César Godoy. De um lado Márcio afirma que o dinheiro das rachadinhas iam para o partido. De outro Godoy também utiliza o mesmo argumento.


Stand by III

Mas no caso do Godoy ele afirma que ouve um erro grave na condução das investigações e isso é passível de ser anulado na justiça. É esperar para ver depois do carnaval.


Stand by IV

Já no caso dos vereadores e outras lideranças que pensam em mudar de partido, o tempo meio que não está parado, e até dia 04 de abril devem estar filiados em algum partido para poder concorrer. Sempre lembrando, que o partido precisa fazer pelo menos 5 mil votos para eleger um vereador.


Aumento

Crescem as críticas contra o reajuste da água definido pelo Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento (ARIS) em São Bento do Sul. O percentual será de 10,44%. Meio salgado.


Poder

O empresário Ismar Becker, depois que colocou seu nome à disposição para concorrer a prefeito, conseguiu o impossível, uma audiência com o governador Carlos Moisés. E isso que já tentaram esse feito, prefeitos, vereadores e representantes de entidades civis.


Tucanou

O prefeito de Rio Negrinho Julio Ronconi se filia no PSDB no próximo dia 07 de março. Mas não vai sozinho, leva muitos seguidores. E aqueles que não irão, vão para o PSC que vai ser comandado pelo virtual vice, vereador Abel Hack.


Reforço

Na sexta-feira, foram pelo menos 15 dirigentes municipais a integrar o PSL do governador Carlos Moisés e do deputado federal Fábio Schiochet. Entre eles, o mais importante é Luciano Buligon, de Chapecó, que já havia declarado há muito tempo a disposição de deixar o DEM. Buligon foi inscrito no MDB, onde iniciou carreira política, inscreveu-se depois no PSB, de onde foi expulso por apoiar Gelson Merisio ao governo em 2018, e decidiu filiar-se depois ao DEM. Entre os novos inscritos no PSL há prefeitos do MDB, PP, PSDB, PSD, PSB e PTB.


Adivinha quem contribui

O lucro anual dos 4 principais bancos do país (Banco do Brasil, Bradesco, Itaú e Santander) listados na Bolsa de Valores cresceu 38,7% no período de 2015 a 2019, passando de R$ 62,7 bilhões para R$ 87 bilhões no período. No ano passado, a alta foi de 20%, puxada pelo Banco do Brasil, que reduziu os gastos administrativos com o fechamento de agências e a demissão de funcionários. O lucro da estatal saltou R$ 5,3 bilhões de 2018 para 2019, saindo de R$ 12,9 bilhões para R$ 18,1 bilhões. Em percentual, a alta é de 41%. Claro, que foram os clientes amigos que pagaram altas taxas e juros extratosfericos.