• Vilmar Bueno, o ESPETO

Ciranda Política

Magno livre de cassação

Os vereadores Edimar Salomon, Peti, Wotroba, Paulo Zwiefka, Redlch e Bogo, votaram contra o recebimento da denúncia contra o prefeito Magno Bollmann. Votaram a favor Daguimar, Sabino, Jaime e Mallon.


Magno livre de cassação II

O vereador Mallon em seu argumento por votar a favor, foi devido havia três fatos na mesma denúncia, por isso votou a favor, e uma delas merecia ser investigados, no caso, o fato do prefeito ter conhecimento das rachadinhas envolvendo Paulo Zwiefka e o vice Márcio Dreveck.


Justificando

O vereador Nivaldo Bogo – MDB, mesmo sendo da oposição foi muito bem nos seus argumentos para votar contra o recebimento de denúncia contra o prefeito Magno Bollmann – PP. Para Bogo os argumentos na denúncia eram muito fracos. O vereador Edi também falou que os argumentos eram semelhantes a denúncia contra Fernando Mallon, e que já estavam prescritas.


Jogada de mestre

Para o vereador Mallon o PP fez uma jogada de mestre ao colocar na mesma vala comum, as duas denúncias contra Mallon e Jaime e contra o prefeito Magno. Mallon acredita que dessa forma tanto Márcio Dreveck e César Godoy poderão também serem absolvidos das cassações.


Resumindo

Como se diz por aí. Cobra não come cobra. E acredito que somente os eleitores podem cassar os mandatos dos atuais vereadores, não reelegendo.


Contra

Edi aumento de 10.44% nas contas do Samae, por esta acima da inflação. Sobre isso o vereador Marco Redlich, justificou dizendo que o reajuste foi por conta do plano municipal de saneamento, aprovado pela própria Câmara.


Ignorado

O vereador Jairson Sabino, que se encontrava ao lado da secretária de educação, e mesmo assim não foi citado como representante do legislativo, durante a apresentação da Banda Treml, nas Retretas de Verão, que aconteceu na quarta-feira, na Vila Centenário. Pequenez do mestre de cerimônia.