top of page
  • Foto do escritorVilmar Bueno, o ESPETO

Chuvas causam estragos em várias regiões do Estado





Estado

As torrenciais chuvas ocorridas durante a noite de ontem, fizeram estragos na região do Planalto Norte. Em Rio Negrinho, vários pontos da cidade foram afetados, casas ficaram alagadas, e comércios tiveram grandes prejuízos.


Inclusive em algumas áreas a Defesa Civil pede para não transitarem, pois ainda estão interditadas e ou alagadas. O acumulado de chuva chegou a 82 mm nas últimas 24 horas, 60 mm em apenas uma hora, segundo a Defesa Civil.


Em caso de emergência acione imediatamente o corpo de bombeiros através do 193 ou a Defesa Civil através dos números, 199, 3646-3618 ou pelo WhatsApp 47 9 92776799.

A prefeitura de Rio Negrinho disse que ainda está fazendo um levantamento dos estragos, mas que 40% do município foi atingido. Os bairros mais impactados foram o Vila Nova, Cruzeiro, Ceramarte, Quitandinha e Campo Lençol.


Em São Bento do Sul, a chuva também foi forte. A Defesa Civil atendeu vários chamados. Também aconteceu dois deslizamentos. Um na Rua Selma Linzmeyer, no Bairro Oxford, e outro na Rua Arthur Pftzenreuter, no Bairro Boehmerwald. Já em Campo Alegre, não ouve prejuízos, e a Defesa Civil não foi acionada.


Outras regiões

Uma forte tempestade entre a noite de terça-feira (17) e a madrugada de quarta-feira (18) deixou um rastro de destruição em Rodeio, no Vale do Itajaí. Dezenas de famílias tiveram prejuízos e cinco pessoas estão desaparecidas, de acordo com a Defesa Civil.


Após uma forte chuva, parte da pista da BR-470, no Vale do Itajaí, no km 75, em Indaial, acabou cedendo. O fato aconteceu por volta da 1h da madrugada desta quarta-feira (18) e não há previsão para liberação do tráfego. Também no Oeste, em Xanxere.


De acordo com o meteorologista Piter Scheuer as imagens ainda são analisadas para chegar a uma conclusão sobre qual fenômeno teria gerado o destelhamento de casas. A Defesa Civil de Santa Catarina também está investigando a situação.


Segundo a Epagri/Ciram, o risco de temporais localizados na região segue, pelo menos, até esta quarta-feira (18), com possibilidade de raios, rajadas de vento intensas e queda de granizo.




bottom of page