top of page
  • Foto do escritorVilmar Bueno, o ESPETO

Centro de Referência Paralímpico será implantado no município



São Bento do Sul

Através de uma parceria entre a Prefeitura, através da Fundação Municipal de Desportos, e do Comitê Paralímpico Brasileiro, São Bento do Sul será mais um polo do Estado de Santa Catarina a contar com um Centro de Referência Paralímpico, que visa aproveitar espaços do município para modalidades do esporte paraolímpico, desde a iniciação até o alto rendimento.


Com uma visita técnica realizada com a presença do coordenador do Comitê Paralímpico Brasileiro, Filipe Lopes Barbosa, duas estruturas do município poderão atender os atletas, com o objetivo de desenvolver o paradesporto na região do Planalto Norte. “A ideia é justamente massificar e trazer as pessoas com deficiência para a prática esportiva. Recebemos a carta de intenção do município, analisamos e gostamos da proposta. Fizemos a vistoria nas estruturas da piscina pública e pista de atletismo e agora, podemos firmar esta parceria”, frisou Filipe.


De acordo com o prefeito Antonio Tomazini, o projeto também não envolve custos, porém segue o investimento na manutenção de todos os espaços, visando o conforto e toda acessibilidade para os atletas. “Queremos fortalecer esta iniciativa, oferecendo a oportunidade da prática esportiva para todos. Temos medalhistas paralímpicos aqui de São Bento e isso nos enche de orgulho, pois demonstra o empenho e dedicação dos profissionais e atletas do município, envolvendo crianças, adolescentes e adultos”, destacou.


Na ocasião, São Bento atende em torno de 80 paratletas em diversas modalidades e com este projeto será possível atender até o final do ano, cerca de 200 esportistas. “Primeiramente serão contempladas as modalidades de Atletismo e Natação, porém já fizemos o pedido para atender o Tênis de Mesa. Com o Centro de Referência, os professores responsáveis pelo acompanhamento serão pagos pelo Comitê, cabendo ao município a manutenção e cuidados dos espaços de treinamento”, explicou o diretor presidente da FMD, Luciano Weidner.

A previsão é que em 30 dias os profissionais sejam contratados e a iniciativa já esteja em operação no município.


Jonei Marcos Schritki

Assessoria de Comunicação

Prefeitura de São Bento do Sul


bottom of page