• Vilmar Bueno, o ESPETO

Casa de Acolhimento sob nova administração



São Bento do Sul


Na segunda-feira (25), o prefeito Antonio Tomazini esteve na Casa de Acolhimento Institucional de São Bento do Sul. Na ocasião, foi oficializado o contrato com a Associação Aprisco, que será responsável por operar os serviços de acolhimento de crianças e adolescentes de 0 a 18 anos.


O Serviço de Acolhimento Institucional na modalidade abrigo é um local onde crianças e adolescentes ficam enquanto aguardam uma família acolhedora disponível, o retorno para seus lares ou a adoção. A intenção da equipe técnica e dos cuidadores é proporcionar aos acolhidos um ambiente mais próximo possível de uma residência comum.


Segundo o prefeito Tomazini, este é um serviço de extrema importância, pois visam os cuidados diretos com as crianças e adolescentes que precisam de um local seguro e apropriado para se abrigar. “Fico feliz com mais este passo conquistado para que possamos dar todo o suporte para as crianças e adolescentes. Nós não mediremos esforços para que isso ocorra”, frisou o prefeito.


Conforme explicou o secretário de Assistência Social, Gilmar Pollum, através de processo licitatório, foi dada a oportunidade para outras empresas prestarem esse serviço. “Essa decisão foi elogiada pelo judiciário, por ser um serviço de alta complexidade”, comentou Gilmar.


A juíza da Comarca de São Bento do Sul, Liliane Midori Yshiba Michels, também esteve no local e parabenizou o governo municipal e à Associação. “Conheço os trabalhos da Aprisco em outras cidades e sei do comprometimento em auxiliar em todos os detalhes técnicos nos cuidados com as crianças e adolescentes. Parabenizo a todos pelo trabalho”, frisou.


A Associação Aprisco será responsável por toda a coordenação dos profissionais e também do espaço. O investimento para contratação da empresa foi feita através de licitação e teve o valor de R$ 1.198.800,00. O local contará com uma equipe formada por assistente social, psicóloga, pedagoga, coordenadora, auxiliar e cuidadores que trabalham no Abrigo para garantir todo acompanhamento necessário aos acolhidos.


Em seguida, as autoridades puderam conhecer toda a estrutura da casa. Durante a visita estiveram também o promotor da Comarca de São Bento do Sul, Matheus Azevedo Ferreira, procurador do Município, Adriano Domingos Stenzoski, comandante do 23º BPM, tenente-coronel João Carlos Benassi Borges Kuze, representantes da empresa Aprisco e servidores da Secretaria de Assistência Social.