• Vilmar Bueno, o ESPETO

Campo Alegre terá complexo de lazer e gastronomia de alto luxo



Campo Alegre

O Ascensus Group, com sede em Joinville e unidades de energia, finanças, logística e comércio exterior espalhadas em diferentes regiões do país, fechou parceria com a família Mattos — dona da área — e vai investir em complexo de lazer, hotel e restaurante localizado no município do Planalto Norte.

O local tem 200 mil m2. Cada uma das partes fica com 50% do negócio, que passa à a administração da Ascensus. O CEO da companhia, Vanderlei Palhano, conta que o investimento inicial será de R$ 30 milhões no empreendimento denominado Lago da Serra. O empreendimento terá um hotel boutique para 60 leitos, um condomínio residencial de alto padrão com 15 casas, e um restaurante, o La Buca di Barollo Tratoria.

— Vamos fazer um complexo nos moldes do que já existe em Gramado e em Campos do Jordão, por exemplo — afirma Palhano.

A escolha por Campo Alegre para fazer o investimento decorre de sua posição geográfica privilegiada, próximo a Joinville e Curitiba. Situado em local com cascata e muito verde ao redor, a dois quilômetros do centro da cidade, o espaço se destina a quem quiser desfrutar do ambiente e também servirá para fortalecer o relacionamento da empresa com clientes.

Para construir o complexo todo, ainda será necessário obter licença ambiental por parte do Instituto de Meio Ambiente, o IMA. Palhano diz que a grande maioria das araucárias será preservada e as obras não terão impacto ambiental significativo.

— Faremos um empreendimento sustentável. O projeto todo deverá ficar pronto em cinco anos.

A tratoria será primeira a ser inaugurada: já no próximo mês, em março de 2020. Para 70 pessoas, o restaurante está pronto e vai oferecer gastronomia italiana com adega com 1200 garrafas de vinhos selecionados, com foco nos vinhos italianos. A tratoria deverá funcionar de sexta-feira a domingo. Em relação ao futuro hotel, haverá negociações para que um grupo hoteleiro opere o negócio.

A aposta da Ascensus é no progressivo desenvolvimento das atividades turísticas e de comércio em Campo Alegre, de modo que, a médio e longo prazos, se torne município-referência em hospitalidade em cidades com clima ameno. Fonte: NSC