BLOG DO ESPETO - PRETO.png
  • Vilmar Bueno, o ESPETO

Atualização das PPP’s da Amplanorte vira conteúdo de livro


Região

O Colegiado da Amplanorte desde 2018 organizou ações colaborativas para a elaboração do Currículo Regional a fim de implementar a Base Nacional Comum Curricular.

No início deste ano letivo preocupados com resultados de distorção idade série e com a defasagem na aprendizagem, que tiveram uma intensificação com a pandemia do Covid-19, a região começou a realizar um trabalho de avaliação diagnóstica com os alunos do Ensino Fundamental, a fim de promover recuperação de aprendizagem e retomada dos processos educativos.


Esse diagnóstico propiciou para os municípios do planalto norte, o momento perfeito para analisar as demandas de atualização dos Projetos Políticos Pedagógicos (PPPs) das escolas pertencentes aos municípios da região.


Cada escola tem objetivos a alcançar, metas a cumprir e sonhos a realizar. O conjunto dessas aspirações, bem como os meios para concretizá-las, é o que dá forma e vida ao projeto político-pedagógico. O PPP define a identidade da escola e indica caminhos para ensinar com qualidade.



Novamente, em regime de colaboração, a região está realizando um trabalho de atualização dos PPPs, a partir de um cronograma de cinco meses, que se iniciou em julho e com previsão de término para novembro de 2021. Durante esse tempo, diversas esferas da educação pública se envolveram, equipes técnicas das secretarias municipais, professores, estudantes e pais, colocaram a mão na massa para realização do projeto.


Essa grande iniciativa então foi coroada, não só no âmbito educacional regional, mas bem como, estadual, sendo um dos assuntos temas do livro "XXXII - SIMPÓSIO CATARINENSE DE ADMINISTRAÇÃO DA EDUCAÇÃO - Avaliação Institucional e Projeto Político Pedagógico: Pilares para a Gestão Democrática da Escola”, que contou como todo o processo foi realizado na região.


“Entendemos que o trabalho realizado na região é o primeiro passo para realmente implementar uma maior participação da comunidade nas tomadas de decisões da escola, essa democraticidade contribui para inclusão e qualidade na educação”, disse o presidente da Amplanorte, Luiz Henrique Saliba.


As equipes das escolas irão retomar esse processo de atualização das PPPs para 2022, sendo agora um movimento constante junto da comunidade escolar. Além de terem entendido a importância do PPP, os municípios perceberam o quanto ele precisa ser incorporado à prática pedagógica e vivenciado todos os dias nas escolas.


A Amplanorte seguirá trabalhando para defender e atender os interesses e demandas dos municípios da região. Para saber mais sobre os eventos e ações que acontecem na associação dos municípios do planalto norte, continue acompanhando as mídias da Amplanorte.

Acesse: www.amplanorte.org.br/.

Assessoria de Imprensa

AMPLANORTE

--Matheus Oliveira Assessoria de Imprensa Amplanorte