BLOG DO ESPETO - PRETO.png
  • Vilmar Bueno, o ESPETO

Amunesc prevê 26,3 mi para Rio Negrinho e 59,7 mi para São Bento pelo movimento econômico de 2020



Região

A Amunesc iniciou, na manhã desta terça-feira (18), a prestação de contas do trabalho desenvolvido na área de Movimento Econômico da Associação. Em visita realizada às prefeituras de Rio Negrinho e São Bento do Sul, O secretário-Executivo da Amunesc, Tufi Michreff Neto, e o Técnico Tributário Carlos Lima entregaram aos prefeitos Júlio Ronconi e Magno Bollmann o relatório com a previsão de retorno do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para 2020 e o detalhamento do Índice de Participação dos Municípios (IPM) de toda Santa Catarina.

Os números apresentados fazem parte do levantamento realizado pela Associação em 2019, através da apuração de documentos fiscais, auditorias nas Declaração do ICMS e do Movimento Econômico (Dimes) feitas pelas empresas, e dos recursos movidos pela Associação em primeira e segunda instância.

O prefeito de São Bento do Sul destacou a estabilidade proporcionada pela assessoria: “O município está com as contas em dia, e a situação equilibrada da Amunesc facilita muito o nosso trabalho. Carlos é um mestre no que ele faz e nós vemos a seriedade do trabalho que ele realiza. Agradecemos à Amunesc e ao Tufi pelo resultado que São Bento tem com a Associação”, concluiu Magno.

“Nós possibilitamos aos municípios associados um ganho real com o retorno do ICMS que é muito superior à contribuição paga pelas prefeituras à entidade. Este é um diferencial da Amunesc, que tem funcionário próprio para desenvolver este trabalho. Em outras Associações, que terceirizam o serviço, sabemos que o resultado é muito inferior”, afirmou Tufi.

Com o trabalho desenvolvido, a Amunesc promove o aumento da receita dos municípios associados. Para Rio Negrinho, a previsão de retorno do ICMS em 2020 é de R$ 26,3 milhões, sendo que R$ 1,1 milhão foi acrescido devido à Assessoria da Amunesc. Para São Bento do Sul, a previsão de receita neste ano com o ICMS é de R$ 59,7 milhões, dos quais R$ 3,6 milhões deve-se ao valor recuperado com o trabalho da Associação.