top of page
  • Foto do escritorVilmar Bueno, o ESPETO

Advogado de Saliba afirma que ele foi detido apenas por indícios de irregularidades



Região

O advogado do prefeito de Papanduva, Luiz Henrique Saliba – PP, detido preventivamente na Operação “Mensageiro” do GAECO e outros órgãos de investigação e Anticorrupção de SC, afirmou que o prefeito foi preso apenas por indícios de crime. O Grupo Serrana, publicou nota oficial, onde diz estar colaborando com a justiça.


A operação “Mensageiro” apura suspeita de fraude em licitação, corrupção ativa e passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro no setor de coleta e destinação de lixo em diversas regiões de Santa Catarina, praticado pela empresa Serrana. O caso repercutiu na Câmara de Vereadores, onde os vereadores se manifestaram sobre a prisão.


Para o advogado contratado por Saliba, Dr. Manolo Del Olmo, as provas apresentadas são apenas de indícios de crime, e também porque Saliba teve contatos com o ex-funcionário da Serrana. Afirmando que as provas não são robustas.


O advogado está trabalhando no sentido de colaborar com a justiça, onde vai mostrar que não houve crime nem a participação do prefeito. “Se depois de colaborar com as investigações não houver a soltura, aí não descartamos as medidas judiciais de pedido de revogação da prisão, substituição da prisão por outras medidas e mesmo recursos”, ressaltou Del Olmo.


Inclusive ontem Manolo esteve com Saliba, que está preso em Caçador, e agora deve montar a sua defesa, com base no que a justiça argumentou e no que Saliba falou para se defender.


Manolo explicou ainda, que a prefeitura tem contratos com a Serrana, para coleta e a manutenção dos aterros sanitários, desde 2012, e os valores são pagos por toneladas de lixo recolhidos.


O caso também repercutiu na Câmara de Vereadores de Papanduva, a vereadora Jacque Balena Tabalipa – MDB, também falou durante a sessão de terça-feira, sobre a prisão do prefeito Saliba, por suposto crime de corrupção, e espera que tudo seja esclarecido para a comunidade. Já a vereadora e advogada Mariângela Senna – MDB, disse que confia na justiça, para que tudo seja esclarecido. Sandra Silva – PSD, também espera que tudo seja esclarecido.


Texto: Vilmar Bueno Espeto


bottom of page