• Vilmar Bueno, o ESPETO

Acisbs se posiciona contra o Fundão Eleitoral



Reunida na tarde desta segunda-feira (14), a Diretoria da Associação Empresarial de São Bento do Sul (Acisbs) deliberou sobre seu posicionamento frente aos deputados e senadores que votaram favoráveis ao aumento bilionário do Fundão Eleitoral. O presidente da instituição, Júlio César Teixeira, divulga em nome da entidade a decisão tomada na oportunidade e que representa os mais de 500 associados e seus colaboradores.


Por considerar uma ação desconexa com a realidade nacional e até mesmo mundial, imposta pela pandemia que acomete a humanidade nos últimos anos, a Acisbs se posiciona contra esse ato de caráter irresponsável com o dinheiro público. “Após votação aberta dos membros do Conselho Deliberativo, foi decidido que os parlamentares que se colocaram contra a população brasileira nesse momento, derrubando o veto ao aumento do Fundo Eleitoral, não serão recebidos na entidade durante o período de campanha”, afirmou o presidente, Júlio César Teixeira.


O setor produtivo sofreu com sanções de operação e segue se equilibrando para driblar os prejuízos decorrentes da crise pandêmica e preservar empregos, quando na contramão, políticos realizaram essa manobra de aumento do benefício. “Vivemos ainda um cenário de incertezas e desafios latentes para toda a comunidade empresarial, sendo assim, autorizar estes recursos bilionários pagos pelo cidadão brasileiro, que diariamente trabalha para mover nosso país, vai na contramão do que queremos enquanto sociedade”, ressalta Júlio.



Segundo a entidade, “a Acisbs busca transmitir aos seu corpo de associados[as] a mensagem de que estaremos sempre buscando que São Bento do Sul, assim como todo o Brasil, tenha um futuro pujante e em consonância com os valores de Ordem e Progresso que nossa República defende, refutando privilégios para poucos em detrimento ao bem de toda a nação”, finaliza.