BLOG DO ESPETO - PRETO.png
  • Vilmar Bueno, o ESPETO

A história do povo caboclo, e as marcas da Guerra do Contestado estão no Cine Catarina




Estado A história de uma guerra que representou o extermínio da população do planalto catarinense. Cem anos depois, a resistência do povo caboclo é representada no documentário "Terra Cabloca". As marcas deixadas pela guerra do contestado na história de Santa Catarina, estão no Cine Catarina que estreia nesta sexta (6), a partir das 21h, na TVAL. (Trailer) Este é o penúltimo filme dos vencedores do primeiro Lote do edital da Alesc de audiovisuais sobre história e cultura de Santa Catarina. Ao todo, dez filmes documentários estão sendo veiculados semanalmente na grade da emissora, com reprises ao longo da programação. As obras podem ser assistidas nos canais abertos e a cabo da TVAL (confira a tabela abaixo) e também no Youtube no canal da Assembleia Legislativa (youtube.com/assembleiasc).

Confira a estreia desta semana! Terra Cabocla Produtora: Realizart Produções Audiovisuais Ltda. Estreia: 06/10, às 21h. Sinopse: Paulo de Siqueira é um personagem tão forte quanto Dom Quixote de La Mancha, embora este seja uma criação de Miguel de Cervantes, e Siqueira uma invenção de si mesmo. Os dois compartilham o ato de sonhar e a busca pela liberdade. Paulete é o criador de gigantes de sucata que até hoje desafiam o tempo, esculturas de ferro expostas ao ar livre em cidades como Florianópolis, Porto Alegre, Corrientes. Na década de 70 ele buscou no descarte a matéria prima para sua obra.  Autodidata, Paulo abastecia sua imaginação com lendas e muitas vezes se auto-retratava. Um cavaleiro lendário, o anti-herói, um artista. A partir da próxima semana entra em cartaz:

  • Vale Tombado Produtora: GA Moretti Produções Culturais Eireli Estreia: 13/11, às 21h.

Edital inédito no Parlamento catarinense Publicado em maio de 2019 o edital teve um total de 44 obras pré-selecionadas que foram avaliadas por uma comissão julgadora, formada pela jornalista Gicieli Dalpiaz, coordenadora da TVAL; pela professora Aglair Bernardo, ex-coordenadora do Curso de Graduação em Cinema da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); e pela professora Mara Lúcia Salla, coordenadora do Curso de Graduação em Cinema da Unisul. A Seleção Concurso TVAL de Audiovisuais Catarinenses é uma iniciativa inédita no Parlamento estadual e marca os 20 anos de fundação da TVAL, celebrados em 2019. O objetivo é diversificar a programação da emissora e valorizar a produção audiovisual catarinense com obras do gênero documentário e que possuam narrativas que abordam a realidade histórica e cultural catarinense. Participaram da seleção produtoras independentes de audiovisual, domiciliadas ou estabelecidas em Santa Catarina por pelo menos dois anos. Além disso, as produtoras tiveram que apresentar registro aprovado e com classificação de agente econômico brasileiro independente no Sistema Ancine Digital (SAD).

Assembleia repassou R$ 221 mil em prêmios Visando incentivar tais produções, a Assembleia Legislativa premiou com R$ 25 mil as séries e R$ 8 mil os filmes selecionados, totalizando R$ 221 mil. As séries têm no mínimo quatro episódios com duração entre 30 e 59 minutos, enquanto os filmes são do gênero documentário de um único episódio com duração entre 50 e 120 minutos.