BLOG DO ESPETO - PRETO.png
  • Vilmar Bueno, o ESPETO

Ações socioambientais da Condor trazem resultados positivos



São Bento do Sul


Empresa reduziu impacto dos ajustes de preços de insumos com práticas sustentáveis, como a aquisição de 210 toneladas de PET processados por mês e utilização de 1,2 milhão de litros de água captadas da chuva em 2020


Consciente da importância de ações que apoiam o meio ambiente e a comunidade, a Condor investe continuamente no uso eficiente dos recursos naturais e na promoção de melhorias sociais. Em 2020, a marca apostou em diversas ações sustentáveis no processo produtivo e conseguiu reduzir drasticamente a significativa inflação de custos na cadeia de insumos, que afeta todas as indústrias usuárias de resinas plásticas, aço e papelão.


O resultado é tão positivo que a previsão para 2021 é que essa otimização dos processos seja aperfeiçoada e continue em andamento. “Nosso compromisso é reforçar ações de cunho socioambiental e fazer investimentos em processos cada vez mais sustentáveis”, ressalta Alexandre Wiggers, presidente da Condor.


Na área de meio ambiente são diversas as práticas em andamento. A empresa possui um sistema de captação da água de chuva que escorre pelas telhas dos prédios da fábrica. O volume captado e utilizado durante todo o ano de 2020 chegou a 1.244.000 litros. Além disso, a unidade fabril possui uma Central de Gerenciamento de Resíduos, onde mais de 70% dos rejeitos coletados são recicláveis externamente e reaproveitados internamente.


Outro insumo importante no processo produtivo é o plástico reciclado, aplicado em boa parte dos produtos da marca. “Adquirimos 210 toneladas por mês de PET processado, oriundo de garrafas usadas”, ressalta Wiggers. Para isso, a Condor conta com a parceria de fornecedores que já trazem o plástico processado para uso industrial. A organização também conta com o sistema de tratamento de efluentes com retorno tratado para utilização no processo de fabricação, em média de 100m3/mês.


A empresa mantém ainda ações constantes para conscientização dos colaboradores para a prática dos 3Rs (Reduzir, Reutilizar e Reciclar), tendo a coleta seletiva como foco. Exemplo disso é a campanha “e-lixo”, que direciona os colaboradores para a destinação e tratamento correto dos resíduos eletrônicos domiciliares. A matriz possui ecopontos para o descarte correto e distinto de cada tipo de material como vidro, plástico, papel/ papelão, metal/ alumínio, pilhas/ baterias e óleo vegetal.


Ações sociais

Na área social, o maior exemplo de atuação é o Programa de Voluntariado da Condor, que beneficia milhares de crianças, adolescentes e idosos com atividades voltadas para a saúde e educação. Os próprios funcionários são incentivados a participar das práticas de solidariedade e desenvolvimento humano.

Em 2020 a Condor liderou diversas ações para comunidades da região. Além da doação de produtos, como kits de higiene bucal, beleza e limpeza, promoveu doações e campanhas de arrecadação de roupas e alimentos. Somente para estancar a pandemia, em 2020, a marca disponibilizou cerca de mil litros de álcool em gel, mais de 5 mil máscaras descartáveis e diversos materiais de limpeza.


Além das doações, a Condor e a Femama (Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama) estão unidas na luta contra o câncer de mama. Preocupada com a saúde da mulher, a Condor entra no outubro rosa com packs promocionais e parte da renda arrecadada é destinada à federação.


Entre tantos projetos, a Condor conquistou o título de reconhecimento Fundação ABRINQ como uma empresa amiga da criança, pelos compromissos assumidos na defesa dos direitos das crianças e adolescentes. A companhia distribui anualmente mais de 100 mil escovas dentais e um milhão de materiais educativos pelo programa de preservação à saúde. “Queremos ampliar ainda mais a nossa atuação com campanhas relevantes que promovam a Saúde e o bem-estar da população como um todo, em todos os níveis sociais. O ano de 2021 é o ano do altruísmo, diante de tudo o que a pandemia trouxe de mudanças”, conclui o presidente da Condor.